Moderna diz que Ômicron representa um risco potencial significativo para vacinas

Se a vacina atual e a atual dose de reforço da vacina são insuficientes contra a variante, uma solução possível é dar uma dose maior às pessoas, que a Moderna disse que está testando

Vacina contra Covid-19 da Moderna
Vacina contra Covid-19 da Moderna Foto: Adriana Toffetti/A7 Press/Estadão Conteúdo (15.dez.2020)

Virginia Langmaidda CNN

Ouvir notícia

A fabricante de vacinas Moderna afirma que a nova variante do Omicron representa um “risco potencial significativo” para a eficácia de sua vacina Covid-19, bem como para a imunidade alcançada naturalmente.

“A variante Omicron recentemente descrita inclui mutações vistas na variante Delta. Acredita-se que ela aumenta a transmissibilidade e mutações vistas nas variantes Beta e Delta e que promovem o escape imunológico”, disse a Moderna nesta sexta-feira em um comunicado à imprensa.

“A combinação de mutações representa um risco potencial significativo para acelerar a diminuição da imunidade natural e induzida pela vacina”, disse a empresa.

Ela declarou ainda que está trabalhando rapidamente para testar a capacidade de sua vacina de neutralizar a nova variante e os dados são esperados nas próximas semanas.

Se a vacina atual e a atual dose de reforço da vacina são insuficientes contra a variante, uma solução possível é dar uma dose maior às pessoas, que a Moderna disse que está testando.

A empresa também está avaliando dois candidatos de reforço multivalentes para ver se eles fornecem proteção superior contra Omicron. Ambos  incluem algumas das mutações virais presentes na nova variante.

A Moderna também está avaliando um candidato a reforço específico do Omicron.

“Temos três linhas de defesa que avançamos paralelamente”, disse o CEO da Moderna, Stephane Bancel, no comunicado. “As mutações na variante Omicron são preocupantes e, por vários dias, estamos nos movendo o mais rápido possível para executar nossa estratégia para lidar com essa variante.”

Mais Recentes da CNN