Mortes por Covid desaceleram no comparativo com maio, mas somam 55 mil em junho

País registrou 2.081 óbitos e 43.836 novos casos da doença nas últimas 24 horas

Idosa que morreu de Covid-19 é sepultada em cemitério em Manaus
Idosa que morreu de Covid-19 é sepultada em cemitério em Manaus Foto: Bruno Kelly/Reuters (31.dez.2020)

Anna Gabriela Costa, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O Brasil encerrou o mês de junho com 55.275 mortes causadas pela Covid-19. Apesar de um desaceleramento nos óbitos em comparação a maio, que registrou 59.010 mortes, junho é o quarto mês mais letal da pandemia no Brasil. 

Nesta quarta-feira (30), o país registrou 2.081 óbitos e 43.836 novos casos de contaminações pelo novo coronavírus, segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).  

Com a atualização dos dados, o país já soma 518.066 mortes e 18.557.141 casos da doença, desde o início da pandemia, em março de 2020. 

Dentre os estados brasileiros, seis já ultrapassaram a marca de 1 milhão de casos de Covid-19: São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná, Bahia e Santa Catarina.

O estado do Rio de Janeiro ainda não alcançou a marca de 1 milhão de casos da doença, mas é o segundo estado do país com mais mortes, são 55 mil no total,  atrás apenas de São Paulo, que tem 127 mil mortes.

Veja a relação do acumulado de óbitos de 2020 e 2021:

2021
Acumulado de mortes de janeiro a maio de 2021 (soma dos óbitos em 24 horas)

JUNHO: 55.275;
MAIO: 59.010;
ABRIL: 82.266;
MARÇO: 66.573;
FEVEREIRO: 30.438;
JANEIRO: 29.555.

2020
Acumulado de mortes de março a dezembro de 2020 (soma dos óbitos em 24 horas)

DEZEMBRO:  21.829;
NOVEMBRO: 13.236;
OUTUBRO: 15.932;
SETEMBRO: 22.571;
AGOSTO: 28.906;
JULHO: 32.881;
JUNHO: 30.280;
MAIO: 23.413;
ABRIL: 5.700;
MARÇO: 201 (1ª morte em 12 de março).

Mais Recentes da CNN