Mulheres têm emocional mais afetado na pandemia de Covid-19, diz estudo da USP

Condições sociais e pressões sobre as mulheres são os principais fatores

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Um estudo realizado pelo Instituto de Psiquiatria da Universidade de São Paulo (USP) apontou que as mulheres apresentaram mais sintomas psicológicos, como ansiedade e depressão, durante a pandemia de Covid-19

De acordo com a psicóloga Gabriela Luxo, as condições sociais e pressões sobre as mulheres são os principais fatores para esse resultado.

“Isso causa uma maior ansiedade e estresse principalmente em conseguir conciliar a vida de trabalho, ficar em casa tanto tempo”, disse a profissional em entrevista à CNN.

Para aliviar o cenário, Gabriela afirma que a divisão de tarefas entre os moradores da casa é fundamental.  

“Uma logística dentro de casa, [ou seja], dividir as coisas de casa, sair um pouco com as crianças para justamente a mulher ter tempo para ela conseguir parar, refletir e se reconectar.”

Assista à entrevista acima. 

Família passeia de máscara durante a pandemia da Covid-19
Família passeia de máscara durante a pandemia da Covid-19
Foto: CandidShots/Pixabay

 

(Publicado por Sinara Peixoto)

Mais Recentes da CNN