Covid-19: Rio começa a vacinar motoristas e cobradores de ônibus nesta segunda

Pessoas com comorbidades, profissionais da saúde e educação também estão no grupo prioritário

Aplicação de dose da vacina contra a Covid-19 na zona central do Rio de Janeiro
Aplicação de dose da vacina contra a Covid-19 na zona central do Rio de Janeiro Foto: Dikran Junior/Enquadrar/Estadão Conteúdo

Ana Lícia Soares, Camille Couto e Luiza Muttoni, da CNN, no Rio de Janeiro, e Renato Barcellos, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A capital fluminense vacina contra a Covid-19, nesta segunda-feira (26), motoristas e cobradores de ônibus, condutores de transporte escolar, profissionais da saúde e das forças de segurança, guardas municipais e servidores da limpeza urbana da cidade. Todos fazem parte do grupo prioritário. Trabalhadores da saúde e da educação, pessoas com deficiência ou com comorbidades, incluindo grávidas, também estão no grupo prioritário. 

O Plano Nacional de Imunização considera que têm comorbidades pessoas com diabetes, doenças pulmonares, hipertensão, problemas cardíacos, doenças renais e obesidade mórbida, entre outros. 

O grupo deve procurar um posto de saúde com laudo médico, cartão de gratuidade no transporte público ou receituário. Também serão aceitas as três últimas receitas médicas prescritas contra a enfermidade em questão.

Já os trabalhadores que fazem parte do grupo prioritário devem estar na ativa e apresentar os três últimos contracheques comprovando vínculo com a profissão e local de trabalho, ou declaração assinada do estabelecimento em que atua. Já os profissionais da educação devem apresentar um contracheque ou declaração das instituições educacionais ou redes de ensino. Os funcionários das forças de segurança serão vacinados nos quartéis em que estão lotados.

A imunização de pessoas com comorbidades será realizada por faixa etária. Nesta segunda-feira serão vacinadas mulheres com 59 anos que se enquadram como prioritárias. Já na terça-feira (27) será a vez dos homens com 59 anos que possuem estado de saúde agravado por outras doenças. 

Gestantes com comorbidades podem ser vacinadas em qualquer dia. É necessário apresentar um laudo com a indicação médica.

A campanha também seguirá vacinando os profissionais da saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19. Até o fim da semana, todos que possuem 40 anos ou mais poderão ser vacinados.

O secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, destacou que a meta é chegar ao fim de maio com a etapa de vacinação concluída para as pessoas dos grupos prioritários a partir de 45 anos.

“Começamos a vacinar as pessoas com deficiência, pessoas com comorbidades e outras categorias específicas. A vacinação é feita de forma escalonada por sexo e idade e nossa meta é chegar ao fim de maio com todos dessas categorias acima de 45 anos vacinados”, disse Soranz.  

Para acelerar a vacinação, a Prefeitura do Rio anunciou a criação de postos de vacinação voltados, prioritariamente, a pessoas com deficiências. Os locais começarão a funcionar a partir desta segunda em bairros das Zonas Norte, Oeste e Centro. 

Os profissionais de saúde que podem ser vacinados são assistentes sociais, biólogos, biomédicos, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, médicos, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares, nutricionistas, odontólogos, profissionais de educação física, psicólogos e terapeutas ocupacionais.  É necessário levar documento original com foto e comprovante dos conselhos de classe.

Pessoas com deficiência

O grupo de pessoas com deficiência engloba aqueles com deficiências físicas, auditiva, intelectual, psicossocial, visual e transtorno do espectro autista.

Serão aceitos como atestado laudos médicos, cartões de gratuidade no transporte público, receituário ou outros documentos que comprovem a condição. Em algumas ocasiões, a deficiência poderá ser atestada pela própria equipe do posto de vacinação.

Pessoas com comorbidades

Já a imunização das pessoas com comorbidades será divida em faixas etárias. Nesta segunda-feira, é a vez das mulheres com 59 anos que possuem estado de saúde agravado por outras doenças. Na terça-feira (27), ocorre a vacinação dos homens de 59 anos que se enquadram como prioritários.

A expectativa da prefeitura é vacinar todas as pessoas com comorbidades, de 57 anos ou mais, até o dia 1º de maio.

Para receber a dose do imunizante, é preciso apresentar atestado ou recomendação médica que comprove a comorbidade. As três últimas receitas médicas prescritas contra a enfermidade em questão também serão aceitas.

Conforme o Plano Nacional de Imunização (PNI), são considerados comorbidades diabetes, doenças pulmonares, hipertensão, problemas cardíacos, doenças renais, obesidade mórbida e outros.

Grupos prioritários

Também nesta segunda-feira, começa a vacinação de membros de categorias consideradas prioritárias pelo PNI, como motoristas e cobradores de ônibus, condutores de transporte escolar, profissionais da educação, servidores de limpeza urbana e membros das forças de segurança.

Para receber a dose do imunizante é preciso que o trabalhador esteja na ativa e apresente os três últimos contracheques, comprovando vínculo com a profissão e local de trabalho, ou declaração da instituição empregadora. Trabalhadores terceirizados devem levar os dois documentos.

Gestantes e profissionais de saúde

Gestantes com comorbidades, que apresentarem um laudo com a indicação médica, podem ser vacinadas em qualquer dia.

Embora a prefeitura foque nas pessoas com comorbidades, a campanha de vacinação segue imunizando profissionais de saúde que atuam na linha de frente contra a Covid-19. Todos com 40 anos ou mais poderão ser vacinados até o próximo final de semana.

Calendário de vacinação para pessoas com comorbidades e grupos apontados como prioritários pelo PNI:

  • Segunda-feira (26/04) – Mulheres com 59 anos

  • Terça-feira (27/04) – Homens com 59 anos

  • Quarta-feira (28/04) – Mulheres com 58 anos

  • Quinta-feira (29/04) – Homens com 58 anos

  • Sexta-feira (30/04) – Mulheres com 57 anos

  • Sábado (01/05) – Homens com 57 anos

Calendário de vacinação para os profissionais da saúde

  • Segunda-feira (26/04): profissionais com 44 anos

  •  Terça-feira (27/04): profissionais com 43 anos

  •  Quarta-feira (28/04): profissionais com 42 anos

  • Quinta-feira (29/04): profissionais com 41 anos

  •  Sexta-feira (30/04): profissionais com 40 anos

Mais Recentes da CNN