Sistema de saúde de Israel aguarda decisão do governo para aplicação de 3ª dose

Planejamento inclui vacinação de idosos com mais de 60 anos com o imunizante da Pfizer

Amir Tal, da CNN

Ouvir notícia

 

O sistema de saúde de Israel foi instruído a tomar providências para começar a vacinar pessoas com mais de 60 anos com uma terceira dose da vacina da Pfizer contra a Covid-19 a partir de domingo (01), de acordo com uma fonte com conhecimento do planejamento de saúde de Israel.

Os profissionais aguardam uma decisão do governo para prosseguir. Os candidatos a uma terceira dose precisarão mostrar que mais de cinco meses se passaram desde que receberam a segunda dose, disse a fonte.

Israel foi líder mundial no lançamento da vacinação, muitos idosos receberam suas vacinas em dezembro, janeiro e fevereiro, pois eram considerados o grupo mais vulnerável da população.

No entanto, desde o surgimento da variante Delta, o ministério da saúde local relatou por duas vezes uma queda na eficácia da vacina contra infecções e uma pequena diminuição da proteção contra o agravamento da doença.

A campanha de reforço, que deve ser anunciada formalmente em breve, transformará efetivamente Israel em um campo de testes para uma terceira dose antes da aprovação pela Food and Drug Administration (FDA) dos Estados Unidos.

A Pfizer afirmou na quarta-feira (28) que acredita que as pessoas precisam de uma dose adicional para manter alta a proteção contra o coronavírus. A empresa diz que pode solicitar autorização de emergência nos Estados Unidos para doses de reforço já em agosto.

Cerca de 57% da população de 9,3 milhões de Israel foi vacinada. Cerca de 160 pessoas estão hospitalizadas com sintomas graves e as infecções diárias aumentaram para mais de 2 mil, quando, há alguns meses, eram apenas alguns casos por dia.

Texto traduzido, leia o original em inglês.

*Com informações da Reuters

Idoso vacina
Foto: Getty Images (triloks)

Mais Recentes da CNN