SP avança com vacinação e termina julho com queda de óbitos e casos de Covid-19

Dados apontam que número de hospitalizações também foi reduzido

Foto: Giulio Paletta/Education Images/Universal Images Group via Getty Images

Renato Barcellos, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Com o avanço da vacinação, o Estado de São Paulo terminou o mês de julho com uma redução de 49% na média diária de novos óbitos provocados pela Covid-19 e de 22% de novos casos da doença em comparação às médias de abril, mês marcado por recordes negativos.

Os dados de julho são os menores registrados desde março deste ano. Do dia 1º ao dia 31, foram 348.862 novos casos, o que equivale a uma média de 11.253 por dia. Houve 11.315 novas mortes, ou 365 diariamente. Em todo o mês de abril, as médias diárias foram de 14.462 óbitos e 718 mortes.

A queda também pode ser vista no número de hospitalizações. Neste sábado (31), há 10.607 hospitalizados, sendo 5.219 em enfermaria e 5.451 em leitos de Terapia Intensiva. No pico da segunda onda, o número chegou a ser o triplo, com mais de 31 mil pacientes internados.

No decorrer da pandemia, mais de 3.722.508 pessoas tiveram a doença e já estão recuperadas, sendo que 426.074 foram internadas e receberam alta hospitalar. Desde o ano passado, o estado de São Paulo registrou 4.057.868 casos de Covid-19 e 138.996 óbitos.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI no estado atualmente é de 50,5% e na Grande São Paulo é de 46,6%.

Mais Recentes da CNN