SP tem repescagem de vacinação para adolescentes de 16 e 17 anos com comorbidades

Grupo estimado em 48 mil pessoas também é formado por pessoas com deficiência permanente, grávidas e puérperas nesta faixa etária

Jovem é vacinada durante Virada da vacina em São Paulo
Jovem é vacinada durante Virada da vacina em São Paulo Reprodução

Camila Neumamda CNN

Ouvir notícia

A capital paulista promove neste sábado (21) a repescagem da vacinação contra Covid-19 de adolescentes de 16 e 17 anos de idade com deficiência permanente física, sensorial ou intelectual ou comorbidades, além de gestantes e puérperas dessa faixa etária. Também serão aplicadas primeira e segunda doses para a população acima de 18 anos que ainda não se vacinou.

Segundo a prefeitura de São Paulo, os jovens serão imunizados com a vacina da Pfizer, a única autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) até o momento, para essa faixa etária.

Até 13h da sexta-feira (20), haviam sido vacinados 8.453 adolescentes entre 16 e 17 anos dos grupos elegíveis na cidade, o que representa 17,6% do público estimado (cerca de 48 mil jovens).

Os adolescentes devem ser acompanhados pelos pais ou responsável no ato da vacinação. No caso de impossibilidade desse acompanhamento, é preciso ir com um adulto e apresentar autorização assinada por um responsável.

Para a repescagem, estarão abertas as 82 Assistências Médicas Ambulatoriais e Unidades Básicas de Saúde Integradas, 18 drive-thrus e as UBSs Bom Retiro e Nossa Senhora do Brasil, no Centro.

No domingo (22) funcionam apenas o megaposto da Galeria Prestes Maia e as duas farmácias parceiras na avenida Paulista, ambas no Centro. Também na região, em frente ao Parque Prefeito Mário Covas, será montada uma tenda com distribuição de folhetos para conscientizar a população sobre a importância da imunização.

O secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, enfatiza a importância do público elegível procurar os postos de vacinação para se proteger contra o coronavírus.

“Para as pessoas que já tomaram a primeira dose é necessário completar o esquema vacinal contra a doença dentro dos prazos estabelecidos”, afirma.

Lista de deficiências e comorbidades

1) Limitação motora que cause grande dificuldade ou incapacidade para andar ou subir escadas;

2) Indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de ouvir mesmo com uso de aparelho auditivo;

3) Indivíduos com baixa visão (categorias 1 e 2 de graus de comprometimento visual do CID 10) ou cegueira (categorias 3, 4 e 5 do CID 10).

4) Indivíduos com alguma deficiência intelectual permanente que limite as suas atividades habituais.

Clique aqui para ter acesso à lista de comorbidades.

Onde se vacinar na repescagem

Sábado (21)

Drive-thrus*: vacinação D1 e D2. Das 8h às 17h;

AMAs/UBSs Integradas: vacinação D1 e D2. Das 7h às 19h.

UBSs Bom Retiro e Nossa Senhora do Brasil: vacinação D1 e D2. Das 7h às 19h;

*Excepcionalmente neste sábado, o drive-thru do Memorial da América Latina não estará em funcionamento. O drive-thru do Clube Paineiras deixa de funcionar aos finais de semana.

A lista completa de postos pode ser encontrada no site Vacina Sampa.

Domingo (22)

Farmácias avenida Paulista: vacinação D1 e D2. Avenida Paulista, n° 266 e 2.371. Das 8h às 16h;

Megaposto Galeria Prestes Maia: vacinação D1 e D2. Praça do Patriarca, 2. Das 8h às 17h.

Documentos necessários e pré-cadastro

Para garantir as doses à população do município de São Paulo, é obrigatório apresentar documentos pessoais, preferencialmente Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) no ato da vacinação.

É preciso levar um comprovante de endereço na cidade, de forma física ou digital. No caso dos adolescentes, serão aceitos documentos em nome dos pais.

Também é necessário o comprovante da deficiência (laudo médico indicando a deficiência ou documentos que indiquem a condição).

Caso não haja um documento comprobatório, a pessoa pode se vacinar  a partir da autodeclaração da deficiência. O modelo de autodeclaração pode ser encontrado aqui.

Na condição de deficiência visual, só será aceita autodeclaração em casos de deficiência permanente (cegueira). Para as demais classificações de baixa visão ou visão monocular será exigido documento que comprove a condição, conforme legislação vigente.

O preenchimento do pré-cadastro no site Vacina Já agiliza o tempo de atendimento nos postos de vacinação. Basta inserir dados como nome completo, CPF, endereço, telefone e data de nascimento.

 

Mais Recentes da CNN