Últimas da Covid-19: país tem 1.324 mortes; Rio suspende aplicação da 1ª dose

As notícias mais importantes sobre a pandemia desta sexta-feira (23)

Vacinação contra Covid-19 em Magé, Rio de Janeiro
Vacinação contra Covid-19 em Magé, Rio de Janeiro Foto: Pilar Olivares/Reuters (7.abr.2021)

Lucas Rocha, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O Brasil registrou 1.324 mortes e 108.732 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, segundo as informações do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). A alta no número de infecções diárias aconteceu devido à divulgação pelo Rio Grande do Sul de 63 mil casos que estavam represados. Nesta sexta-feira, o país subiu uma posição no ranking da vacina e ocupa o 66º lugar na aplicação de doses, na relação a cada 100 habitantes. Saiba mais.

Com dados do RS represados, Brasil tem 108 mil novos casos diários de Covid-19

O país registrou nesta sexta-feira (23) o total de 108.732 novos casos de Covid-19, segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). O salto no número de contaminações diárias se deu após o Rio Grande do Sul divulgar aproximadamente 63 mil casos que estavam represados. Leia mais.

Veja como está a vacinação contra a Covid-19 em cada estado e no DF

Pelo menos 130.801.830 de doses de vacinas contra a Covid-19 já foram aplicadas no Brasil, até a tarde desta sexta-feira (23), segundo levantamento da agência CNN com informações das secretarias estaduais de saúde. Dentre os estados brasileiros, o Mato Grosso do Sul, o Ceará e o Pará aparecem com mais de 90% de doses aplicadas, do total de imunizantes recebidos. Leia mais.

Painel da Vacina: Brasil está em 66º no ranking global e é 4º no total de doses

O Brasil está em 66º lugar no ranking global de aplicação de doses da vacina contra Covid-19 nesta sexta-feira (23), na relação a cada 100 habitantes. O país, que iniciou a vacinação há mais de cinco meses, já esteve na 56ª posição desse ranking e chegou a descer para a 70º. Leia mais.

Rio de Janeiro suspende aplicação de 1ª dose contra a Covid-19

A prefeitura do Rio de Janeiro suspendeu, nesta sexta-feira, a aplicação de primeira dose de vacinas contra a Covid-19. Segundo informações das autoridades, a cidade aguarda novos imunizantes a serem enviados pelo Ministério da Saúde. Leia mais.

Coronavac tem eficácia de 71% contra mortes provocadas pela P.1 em idosos

Um novo estudo revelou que a vacina Coronavac tem eficácia de 71,4% contra mortes causadas pela variante Gamma (também chamada P.1 e identificada inicialmente em Manaus) da Covid-19. A pesquisa foi realizada por especialista vinculados à secretaria estadual de Saúde de São Paulo, à Organização Pan-Americana de Saúde, à Universidade de São Paulo e às universidades norte-americanas da Flórida e de Yale, além de outras instituições. Leia mais.

Nova etapa de estudo em Serrana avalia período de imunização da Coronavac

Uma nova etapa do estudo sobre a vacinação em massa contra a Covid-19 em Serrana, no interior de São Paulo, tem objetivo de avaliar a resposta imunológica contra a Covid-19 a longo prazo. A partir de sábado (24) até o dia 1º de agosto, os voluntários precisam procurar as escolas que realizaram a imunização na primeira etapa. Leia mais.

Anvisa tem 90 medicamentos em lista de ensaio clínico para tratamento da Covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) realiza, atualmente, a análise de pedido de uso emergencial de um medicamento que pode ser utilizado no tratamento contra a Covid-19: é o anticorpo monoclonal Sotrovimabe. Entretanto, há ainda uma lista de estudos clínicos autorizados pela agência, com aproximadamente 90 medicamentos e 10 vacinas, que podem vir a contribuir no combate ao novo coronavírus. Leia mais.

SP tem mais de 73% de vacinados com primeira dose e recordes de aplicação diária

O estado de São Paulo superou nesta sexta-feira a marca de 73% da população adulta vacinada contra a Covid-19 com pelo menos a primeira dose dos imunizantes. Na quarta-feira (21), o estado alcançou o recorde diário de 619 mil doses aplicadas. O índice da quinta-feira (22) chegou a um patamar próximo, com 611 mil imunizações. Leia mais.

Brasil tem 135 casos da variante Delta em oito estados e no DF, diz Saúde

O Brasil notificou 135 casos da variante Delta do coronavírus até o dia 22 de julho em oito estados e no Distrito Federal, informou o Ministério da Saúde nesta sexta-feira (23). Os casos estão espalhados pelo Rio de Janeiro (87), Distrito Federal (6), Maranhão (6), Minas Gerais (1), Paraná (13), Pernambuco (2), Rio Grande do Sul (3), São Paulo (10) e Santa Catarina (5). Leia mais.

53% das cidades brasileiras não registraram mortes por Covid-19 na última semana

Mais da metade das cidades brasileiras não registraram novas mortes por Covid-19 na última semana, entre 19 e 22 de julho. As informações fazem parte da 18 ª edição do estudo feito pela Confederação Nacional de Municípios (CMN), que mostra o cenário da pandemia no país. A pesquisa foi divulgada nesta sexta-feira (23) e ouviu 5,5 mil prefeitos. Leia mais.

Vacina a Sério: é mentira que imunizante contra Covid-19 só protege se tiver reação

No quadro Vacina a Sério desta sexta-feira, a médica cardiologista e intensivista Ludhmila Hajjar explicou que a vacina contra a Covid-19 protege mesmo se não apresentar reação. “Os efeitos colaterais do tipo mal-estar, dor de cabeça e febre, são efeitos colaterais, efeitos adversos. Isso tem que ocorrer em um número pequeno de pacientes, não há relação nenhuma entre o efeito colateral e a eficácia da vacina. Então, independente da pessoa ter ou não efeito adverso, o que nós esperamos é que essas vacinas sejam eficazes e elas são”, esclareceu a médica. Leia mais.

Disputa entre variantes Delta e P.1 vai definir os rumos da pandemia no Brasil

Responsável por uma explosão de casos de Covid-19 este ano que levou o Brasil ao epicentro global da pandemia, a variante P.1 pode representar alguma forma de barreira no país ao avanço da variante Delta. “A peleja viral entra Delta e Gama será fator decisivo das futuras semanas da pandemia no Brasil”, disse à Reuters o médico e neurocientista Miguel Nicolelis, que estuda o avanço da pandemia no Brasil e no mundo. Leia mais.

São Paulo vacina pessoas com 30 anos a partir desta sexta-feira

A cidade de São Paulo inicia, nesta sexta-feira, a imunização contra a Covid-19 dos moradores com 30 anos. A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) estima que 154.046 pessoas desta faixa etária sejam vacinadas nesta fase. Leia mais.

Agência europeia aprova vacina da Moderna para adolescentes

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) aprovou o uso do imunizante da farmacêutica Moderna contra a Covid-19 para adolescentes de 12 a 17 anos. A recomendação da agência é válida para uso emergencial da vacina. Leia mais.

Retorno à vida normal após Covid-19 pode não ocorrer até 2023, diz cientista

O retorno à vida normal após a pandemia de Covid-19 pode não ocorrer até 2022 ou mesmo 2023, disse o professor Jean-François Delfraissy, que assessora o governo francês. Delfraissy também disse à BFM TV nesta sexta-feira que a França poderia atingir cerca de 50 mil novos casos diários de Covid-19 no início de agosto. Leia mais.

Passaporte sanitário aumentou interesse de franceses por vacina, diz médica

O passaporte sanitário adotado nesta semana na França para acesso de vacinados contra Covid-19 em alguns locais estimulou a procura pela imunização no país, relata a médica brasileira Maria Claudia da Rocha Miranda. Leia mais.

Ministério da Saúde vai rescindir contrato com a Precisa Medicamentos

O Ministério da Saúde vai rescindir o contrato com a Precisa Medicamentos em razão do descredenciamento da empresa feito pela farmacêutica Bharat Biotech na manhã desta sexta-feira. Leia mais.

Não se trata de política, diz OMS após China rejeitar investigação sobre a Covid-19

Todos os países devem trabalhar juntos para investigar a origem do coronavírus que desencadeou a pandemia, disse a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta sexta-feira, um dia depois que a China rejeitou o escopo proposto de uma segunda fase. Leia mais.

Atletas têm consciência sobre protocolos contra Covid, diz infectologista do COB

As Olimpíadas de 2020, que começaram oficialmente nesta sexta-feira. A infectologista Ho Yeh Li integrou o Time Brasil neste ano e, em entrevista à CNN, disse que os atletas passaram por intensa orientação para que não saíssem de casa, evitassem aglomerações, e usassem máscaras. Leia mais.

Atletas brasileiros relatam depressão e alteração de renda durante pandemia

O impacto psicológico, social e financeiro da pandemia de Covid-19 em atletas brasileiros está sendo estudado por pesquisadores e, até o momento, 80% dos entrevistados já declararam sintomas de depressão, ansiedade, insônia ou estresse. Leia mais.

Sem máscara, Quirguistão e Tajiquistão destoam em abertura das Olimpíadas

As equipes olímpicas do Quirguistão e do Tajiquistão desfilaram sem máscara no Estádio Nacional de Tóquio na cerimônia de abertura das Olimpíadas, nesta sexta-feira, em um contraste estranho com a maior parte das nações que os precederam usando o equipamento de proteção – e de acordo com os protocolos contra a Covid-19. Leia mais.

Variante Delta provoca mais sintomas gripais e menos perda de olfato, diz médico

Segundo o médico, virologista e professor titular da UFRJ, Amilcar Tanuri, as pessoas devem ficar atentas aos sintomas da variante Delta, que diferem um pouco daqueles causados pela cepa original da Covid-19. “No Rio de Janeiro, os sintomas de quem teve a variante Delta foram gripais. A questão da perda de olfato não é tão relevante nesses casos, a Delta provoca mais tosse e coriza. É preciso estar atento a estes sintomas”, disse. Leia mais.

Mais Recentes da CNN