Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Cientistas decifram segredo da idade e da formação das dunas mais altas da Terra

    Estudo analisou uma duna estelar no leste do Marrocos chamada Lala Lallia, dentro do deserto do Saara

    vista da duna estelar Lala Lallia no Deserto do Saara, em Erg Chebbi, Marroco
    vista da duna estelar Lala Lallia no Deserto do Saara, em Erg Chebbi, Marroco Charlie Bristow via Reuters

    Will Dunhamda Reuters

    Elas estão entre as maravilhas dos nossos desertos: as dunas estelares, as formações de areia vagamente em forma de pirâmide, com até cerca de 300 metros de altura, com braços se estendendo a partir de um pico central para dar-lhes uma aparência estrelada quando vistas de cima.

    Cientistas divulgaram na segunda-feira (04) o primeiro estudo detalhado de uma duna estelar, revelando a estrutura interna dessas características geológicas e mostrando quanto tempo levou para que uma delas se formasse – mais rapidamente do que o esperado, mas ainda assim um processo que se desenrola ao longo de muitos séculos.

    O estudo se concentrou em uma duna estelar no leste do Marrocos chamada Lala Lallia, que significa “ponto sagrado mais alto” na língua berbere local, situada dentro do Deserto do Saara em um pequeno mar de areia chamado Erg Chebbi, a cerca de 5 km da cidade de Merzouga, perto da fronteira com a Argélia.

    Lala Lallia se eleva cerca de 100 metros acima das dunas circundantes e tem aproximadamente 700 metros de largura, contendo cerca de 5,5 milhões de toneladas métricas de areia.

    Os pesquisadores usaram radar de penetração no solo para olhar dentro da duna e empregaram datação por luminescência para determinar quanto tempo levou para Lala Lallia se formar, um método baseado na quantidade de energia presa nos grãos de areia. A resposta: cerca de 900 anos, acumulando aproximadamente 6.400 toneladas métricas anualmente à medida que o vento sopra incessantemente a areia pelo deserto.

    As dunas estelares compõem pouco menos de 10% das dunas nos desertos da Terra e são as mais altas, superando outros tipos como as dunas barchan em forma de crescente e as dunas lineares retas e longas. Elas também foram avistadas em Marte e na grande lua de Saturno, Titã.

    “Encontrei dunas estelares pela primeira vez na Namíbia há 20 anos e fiquei instantaneamente impressionado com o tamanho delas. Tenho uma memória vívida da longa subida até o topo, lutando em areia muito solta sob o calor do dia”, disse o geógrafo Geoff Duller da Universidade de Aberystwyth, no País de Gales, co-autor do estudo publicado na revista Scientific Reports.

    “Eu acho as dunas do deserto muito bonitas”, acrescentou Duller. “A visão das curvas sinuosas e a maneira como a luz e a sombra mudam com o sol fazem com que elas sempre pareçam diferentes, quer seja no frescor da manhã, no sol do meio-dia ou ao entardecer. As diferentes cores de areia em diferentes desertos também são muito impressionantes, com dunas amarelas, brancas, vermelhas e até mesmo pretas em diferentes partes do mundo.”

    O radar de penetração no solo revelou as camadas dentro da duna Lala Lallia, mostrando como ela foi construída ao longo do tempo através da acumulação de areia e como partes de sua estrutura interna se assemelhavam a outros tipos de dunas.

    “As dunas estelares se formam em áreas com regimes de vento complexos, o que significa ventos soprando de diferentes direções e acumulação líquida de areia, pontos dentro do deserto onde grandes pilhas de areia podem ser sopradas para formar dunas gigantes”, disse o sedimentologista da Universidade de Birkbeck, em Londres, e co-autor do estudo, Charlie Bristow.

    Os pesquisadores também determinaram que Lala Lallia está se movendo para o oeste a uma velocidade de cerca de 0,5 metros anualmente.

    Embora muitas dunas estelares sejam conhecidas hoje, apenas uma única antiga foi encontrada preservada como arenito no registro geológico, datando de cerca de 250 milhões de anos atrás, na Escócia. Ao revelar sua estrutura interna, os pesquisadores afirmaram que seus resultados fornecem um guia para os geólogos identificarem mais restos de arenito de antigas dunas estelares.

    As maiores dunas estelares da Terra estão no deserto de Badain Jaran, no oeste da China. As dunas estelares também são encontradas em lugares como o Mar de Areia do Namibe, na Namíbia, grandes mares de areia na Argélia, como o Grande Erg Oriental e o Grande Erg Ocidental, e Rub’ al Khali, na Arábia Saudita. Na América do Norte, o Parque Nacional das Grandes Dunas de Areia, no Colorado, contém uma série delas.

    “Elas formam paisagens extraordinárias e impressionantes”, disse Bristow. “Do chão, elas podem ser intimidantes, montanhas móveis de areia.”