Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Missões para envio de cargas à Lua devem ser lançadas a partir de dezembro

    Materiais pretendem estabelecer bases para missões e uma presença humana sustentável na superfície lunar

    Peregrine já está na Flórida sendo preparado para ser lançado em dezembro deste ano
    Peregrine já está na Flórida sendo preparado para ser lançado em dezembro deste ano United Launch Alliance

    Marina Toledoda CNN

    em São Paulo

    Duas empresas norte-americanas se preparam para lançar espaçonaves com cargas úteis de governos, empresas, universidades e do programa Commercial Lunar Payload Services (CLPS) da Nasa à Lua. Elas pretendem estabelecer bases para missões e uma presença humana sustentável na superfície lunar. A primeira pode partir ainda este ano.

    A Astrobotic anunciou no fim de outubro que o módulo lunar Peregrine já estava em segurança em Cabo Canaveral, Flórida, nos Estados Unidos, sendo preparada para o lançamento em 24 de dezembro, quando será integrada ao foguete Vulcan Centaur da United Launch Alliance (ULA).

    “Como sabemos, o espaço é um ambiente difícil. Estamos prontos para o lançamento depois de concluir com sucesso uma bateria de testes de aceitação padrão da indústria, para que o Peregrine tenha a melhor chance de sucesso da missão”, disse Sharad Bhaskaran, Diretor da Peregrine Mission One da Astrobotic.

    “Peregrine e a equipe estão prontos. Após o lançamento, nos separaremos do Vulcan Centaur e estabeleceremos energia e comunicações com a espaçonave para guiá-la até a Lua. Então, tentaremos um pouso autônomo histórico na superfície lunar”, explicou.

    Assim que o Peregrine se separar do foguete, o Centro de Controle de Missão da Astrobotic (AMCC) assumirá o controle do módulo lunar. A Astrobotic tentará então um pouso suave nas cúpulas Gruithuisen e apoiará operações de carga útil na superfície lunar para clientes de carga útil por aproximadamente 10 dias.

     

    Outra empresa que também está preparando para levar cargas à Lua é a Intuitive Machines, em parceria com a SpaceX. A missão está prevista para 12 de janeiro de 2024. Será a primeira tentativa da empresa de pouso lunar.

    “Existem desafios inerentes às missões lunares; mudanças de cronograma e ajustes de missão são uma consequência natural do pioneirismo na exploração lunar. Receber uma janela de lançamento e as aprovações necessárias para voar é uma conquista notável, e o ajuste de cronograma é um pequeno preço a pagar por fazer história”, disse Steven Altemus, co-fundador, presidente e CEO da Intuitive Machines.

    Veja também: Imagens da Lua capturadas pelo módulo lunar Chandrayaan-3, da Índia

    Tópicos

    Tópicos