Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Primeira caminhada espacial de missão privada ganha previsão de data; saiba mais

    A missão Polaris Dawn, financiada pelo bilionário Jared Isaacman, está programada para ocorrer no dia 31 de julho

    Ilustração de um astronauta da Polaris Dawn na cápsula espacial Crew Dragon.
    Ilustração de um astronauta da Polaris Dawn na cápsula espacial Crew Dragon. Polaris Dawn

    Lucas Guimarãescolaboração para a CNN

    A missão Polaris Dawn, financiada pelo bilionário e fundador da empresa Shift4 Payments Jared Isaacman, anunciou que deve realizar seu primeiro voo tripulado no dia 31 de julho de 2024. A missão é considerada uma das viagens privadas mais importantes até o momento, pois planeja realizar a primeira caminhada espacial em um voo totalmente comercial.

    Para realizar o feito histórico, os tripulantes viajarão pelo espaço em uma cápsula Crew Dragon modificada e utilizarão os primeiros trajes espaciais comerciais da SpaceX.

    O anúncio foi realizado em uma mensagem no X (antigo Twitter). Trata-se da primeira de três expedições espaciais privadas que serão lançadas com o auxílio dos foguetes da SpaceX, companhia de viagens e transportes espaciais de Elon Musk.

    Apesar da nova previsão de lançamento, a equipe da Polaris Dawn já adiou a primeira missão em algumas ocasiões. Na última vez, o voo estava programado para ser lançado no dia 12 de julho. Além da caminhada espacial, o programa também realizará pesquisas científicas e testes com a Starlink, o serviço de comunicação da megaconstelação de satélites da SpaceX.

    “Depois de 2,5 anos, é difícil acreditar que o dia esteja se aproximando. Temos uma ótima equipe, uma ótima tripulação, um Crew Dragon de baixa velocidade e objetivos muito valiosos. Eu diria que estamos ansiosos para ir atrás disso”, escreveu Isaacman em uma mensagem publicada no X.

    O que é a missão Polaris Dawn?

    Com o objetivo de continuar os esforços da missão Inspiration4, realizada em 2021, o programa Polaris Dawn foi anunciado em 2022. Diferente das outras missões comerciais realizadas nos últimos anos, o novo voo permanecerá por mais tempo no espaço e viajará distâncias maiores. Inclusive, será a maior distância alcançada por humanos desde as missões Apollo na década de 1970.

    O voo espacial será tripulado pelo próprio investidor, Jared Isaacman. Além dele, a missão inclui o tenente aposentado da Força Aérea dos Estados Unidos e piloto, coronel Scott “Kidd” Poteet, acompanhados pelas especialistas e engenheiras de operações da SpaceX, Sarah Gillis e Anna Menon.

    Uma ilustração do traje espacial EVA criado para a missão Polaris Dawn, que planeja realizar a primeira caminha espacial comercial.
    O traje espacial EVA da missão Polaris Dawn foi projetado para oferecer maior mobilidade aos astronautas. / Polaris Dawn

    Os tripulantes viajarão pelo espaço por aproximadamente cinco dias e devem alcançar uma distância de até 1.300 quilômetros acima da Terra, em uma órbita controlada ao redor do planeta. Os astronautas também atravessarão os cinturões de radiação de Van Allen, uma região que não é visitada desde o fim das missões Apollo.

    Objetivos da missão Polaris Dawn

    Veja abaixo quais são os principais objetivos da missão espacial privada.

    • Primeira caminhada espacial totalmente comercial a aproximadamente 700 km acima da Terra;
    • Estudos científicos sobre a saúde dos humanos no espaço, incluindo coleta de dados para entender o efeito da radiação espacial, medição de bolhas de gás no sangue e mais;
    • Testes com os equipamentos da Starlink a mais de 1.300 quilômetros de distância da Terra;
    • Teste dos primeiros trajes espaciais comerciais.

    Os astronautas planejam coletar mais dados para compreender a síndrome neuroocular associada ao voo espacial (SANS); esse é um dos fatores que evidenciam a importância do programa Polaris Dawn. A condição é considerada um grande problema para viagens espaciais de longa duração, pois a microgravidade afeta a pressão do fluido espinhal e pode prejudicar a visão dos viajantes.

    A tripulação também testará os trajes de atividade extraveicular (EVA) fabricados pela SpaceX. Em um comunicado oficial, o programa afirma que as ‘roupas’ estão equipadas com novos tecidos de gerenciamento térmico, capacetes de última geração e câmeras. A inovação foi inspirada nos trajes de atividade intraveicular (IVA) usados pela equipe do Inspiration4, porém oferece maior mobilidade.

    Ao todo, o programa selecionou 38 projetos de 23 instituições parceiras para estudar diversos temas relevantes, a fim de promover a saúde humana em voos espaciais de longa duração. Os projetos ainda passarão por testes adicionais; a missão planeja divulgar uma lista com os experimentos aprovados quando a data de lançamento estiver mais próxima.