Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Saiba tudo sobre o eclipse solar total desta segunda-feira (08)

    Fenômeno vai acontecer entre 15h e 17h no horário de Brasília e pode ser acompanhado por transmissões ao vivo

    Eclipse solar total visto nos Estados Unidos em 2017
    Eclipse solar total visto nos Estados Unidos em 2017 Philip Yabut/Getty Images

    Giovana Christda CNN

    Nesta segunda-feira (08), acontece um eclipse solar total que será visível nos Estados Unidos, no México e no Canadá. Organizações como a Nasa (Agência Espacial dos Estados Unidos) e o Observatório Nacional se organizaram para permitir que todos possam observar o fenômeno por transmissões ao vivo.

    Mesmo não sendo raro, a comoção acontece por ser difícil um eclipse ser visível no mesmo território em um intervalo pequeno de tempo. Em uma cidade específica, por exemplo, o fenômeno só é visível em sua totalidade a cada 374 anos.

    Que horas começa e quanto tempo dura?

    O fenômeno começará a ser visível às 15h07 (horário de Brasília), na costa do México (oceano Pacífico), e terminará às 16h46 (horário de Brasília), na costa atlântica do Canadá. A Nasa disponibilizou uma tabela com os momentos em que o eclipse será visível em cada parte dos Estados Unidos.

    O eclipse total durará 4 minutos e 28 segundos em uma área a noroeste de Torreón, no México. Quando entrar no território dos Estados Unidos, pelo Texas, sua totalidade será de 4 minutos e 26 segundos no centro da trajetória. No Canadá, o tempo máximo em que o Sol ficará totalmente encoberto pela Lua será de 3 minutos e 21 segundos.

    Onde será visível o eclipse de 8 de abril de 2024?

    O eclipse poderá ser visto em uma área que vai da costa do México no oceano Pacífico até a costa do Canadá no oceano Atlântico. Veja no mapa abaixo onde o eclipse solar total será visível.

    Mapa mostra onde o eclipse solar total de 8 de abril de 2024 será visível (faixa escura) – crédito: OpenStreetMap/adaptado por Xavier M. Jubier via The Sky Live

    Como assistir?

    A Nasa disponibilizará uma transmissão principal, com visões de diferentes ângulos e comentários de especialistas em inglês e espanhol. Além disso, outra live mostrará a perspectiva de diferentes telescópios, incluindo a exibição do Sol parcialmente eclipsado.

    Por fim, outra forma de assistir será acompanhando os lançamentos dos foguetes sonda que estudarão a atmosfera antes, durante e depois do eclipse. As decolagens serão entre 15h40 e 17h05 (horário de Brasília) e os foguetes estão programados para saírem com 45 minutos de intervalo.

    Além do mais, o Observatório Nacional, unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, fará uma cobertura ao vivo com comentários em português. Veja abaixo a partir de 12h30.

    O que observar?

    Não é em minutos que a Lua cobre o Sol. O evento começa com um eclipse parcial, momento em que o sol vai perdendo “fatias”. Cerca de 15 a 20 minutos antes da totalidade, o céu começa a adquirir uma cor estranha e escura, o que significa que o evento está atingindo seu ápice.

    No momento em que a Lua começa a passar na frente do Sol, seus raios brilham ao redor da Lua, criando gotas de luz chamadas de pérolas de Baily. Conforme o eclipse vai chegando em sua totalidade, elas desaparecem.

    Quando chega o grande momento do eclipse total, é formada uma coroa ao redor da Lua, que é o brilho do Sol que não foi coberto. Estrelas brilhantes ou planetas como Vênus podem brilhar no céu escuro, e a temperatura do ar cairá à medida que o sol desaparecer.

    Depois que termina, as pérolas de Baily reaparecerão brevemente antes que o eclipse parcial retorne quando a Lua se move lentamente através do Sol.

    Um eclipse solar total é um evento raro?

    Ele acontece em média a cada 18 meses em algum lugar do planeta, segundo o Observatório Nacional, entretanto, por percorrerem uma faixa estreita, esse tipo de fenômeno parece raro.

    O eclipse será visível no Brasil?

    Quem estiver no Brasil não conseguirá observar o evento acontecendo no céu, pois sua trajetória só abrangerá os Estados Unidos, o México e o Canadá.

    Quando um eclipse solar total será visível no Brasil?

    De acordo com a plataforma The Sky Live, que coleta informações e rastreia os objetos do Sistema Solar, pessoas no Brasil poderão acompanhar o fenômeno em sua totalidade no dia 12 de agosto de 2045. No ano seguinte, em 2 de agosto de 2046, um outro eclipse solar total poderá ser visto no país novamente.

    Assista: Milhares de pessoas observam raro eclipse solar total