Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Telescópio Hubble volta a funcionar após mais de um mês

    Engenheiros realizaram reparos no computador do módulo de cargas úteis, usado para controlar e coordenar os instrumentos científicos do telescópio

    Katie Hunt, CNN

    Ouvir notícia

    O Telescópio Espacial Hubble voltou a funcionar depois de mais de um mês inoperante devido a um problema com o computador de carga a bordo.

    No sábado (17), a Agência Espacial Norte-Americana (Nasa) afirmou que os engenheiros fizeram com sucesso uma troca no telescópio, que orbita cerca de 547 quilômetros acima da superfície da Terra, para hardware de backup, uma manobra de alto risco que começou quinta-feira (15).

    “O Hubble é um ícone que nos dá uma visão incrível do cosmos nas últimas três décadas”, disse o administrador da Nasa, Bill Nelson, em um comunicado.

    “Estou orgulhoso da equipe do Hubble, de membros atuais a ex-alunos que contribuíram para emprestar seu apoio e experiência”, disse Nelson. “Graças a essa dedicação e trabalho atencioso, o Hubble continuará a desenvolver seu legado de 31 anos, ampliando nossos horizontes com sua visão do universo“.

    O telescópio Hubble moldou nossa compreensão do universo por mais de 30 anos. Ele descobriu luas orbitando Plutão e provou que quase todas as galáxias têm um buraco negro supermassivo em seu coração. Ele também desempenhou um papel fundamental na descoberta da matéria escura – uma substância misteriosa que não pode ser vista.

    O telescópio estava programado para retomar a coleta de dados no sábado pela primeira vez desde que o computador de carga útil do telescópio apresentou um problema no dia 13 de junho.

    O computador de carga útil – um sistema NASA Standard Spacecraft Computer-1 (ou NSSC-1) – é usado para controlar e coordenar os instrumentos científicos do Hubble. Os programas do computador também analisam e manipulam os dados coletados.

    Os engenheiros da Nasa descobriram que o problema estava relacionado à unidade de controle de energia, que garante um fornecimento de voltagem constante para o computador de carga útil, e mudaram para uma CPU de backup.

    A CPU está alojada com o computador de carga útil na unidade de comando de instrumentos científicos e manipulação de dados.

    O Telescópio Espacial Hubble nem sempre funcionou perfeitamente. Um reparo semelhante foi realizado em 2008, de acordo com a Nasa, quando outra parte da unidade falhou. Uma missão de serviço em 2009 substituiu toda a unidade.

    O ônibus espacial foi enviado cinco vezes para atender ao Hubble. No entanto, a missão de 2009 foi a mais recente – e desde a aposentadoria do ônibus espacial, a Nasa não tem como lançar astronautas ao telescópio espacial em uma missão de reparo.

    Há um substituto potencial para o Hubble em andamento. Espera-se que o Telescópio Espacial James Webb da Nasa seja lançado ainda este ano. O grande telescópio infravermelho parece prestes a se tornar o próximo grande detetive do universo.

    A Nasa afirmou que o Hubble vai durar muitos anos e vai trabalhar em conjunto com outros observatórios espaciais, incluindo o Telescópio Espacial James Webb.

    Texto traduzido, leia o original em inglês.

    Mais Recentes da CNN