Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Shelby Super Snake: conheça o Mustang mais potente da história

    Novo Super Snake é a primeira modificação feita pela Shelby da atual geração do Mustang e já quebrou o recorde de potência da história do "muscle car"

    Shelby Super Snake estará disponível nas versões cupê e conversível
    Shelby Super Snake estará disponível nas versões cupê e conversível Divulgação/Shelby

    João Vitor Ferreiracolaboração para a CNN

    É empolgante quando a Ford apresenta uma nova geração do Mustang, mas o lançamento não está completo até a Shelby, empresa preparadora que promove melhoramentos em carros, colocar as suas mãos nele. Foram quase dois anos para isso acontecer, mas enfim temos o novo Shelby Super Snake, a versão mais potente do “muscle car” de Dearborn feito até o momento.

    Para melhorar o Mustang S650, a Shelby adicionou um supercharger Whipple ao motor V8 5.0 Coyote, passando a entregar incríveis 841 cv, superando o Shelby GT500 de 770 cv. É verdade que o SUV elétrico Mach-e é mais potente, mas vamos considerar apenas os Mustang “raíz”. Há ainda um Super Snake menos “envenenado” de 486 cv.

    Independente de qual versão escolher, o Super Snake está disponível na carroceria cupê ou conversível e recebeu novo conjunto de suspensão, novos rotores de freio e escapamento Borla de fluxo livre. Para aguentar o aumento de pressão, também foi adicionado um radiador mais eficiente, assim como um novo trocador de calor.

    As rodas agora são de 20 polegadas e feitas de liga de magnésio para redução de peso. Outra novidade que ajuda o Super Snake a ficar mais leve é o capô de alumínio, que ganhou aberturas para melhorar o resfriamento. Há ainda as opções de transmissão automática ou manual, esse último recebe ainda um câmbio com relações encurtadas e um eixo de transmissão de peça única.

    Para se diferenciar do Mustang padrão, o Super Snake recebe diversos detalhes que deixam sua aparência mais exclusiva. Isso inclui novo difusor, grade e para-choques redesenhados e partes da carroceria em fibra de carbono, incluindo os novos para-lamas. Outro detalhe é que a versão cupê ainda ostenta uma grande asa traseira, enquanto quem optar pelo conversível terá que se contentar com um spoiler “rabo de pato” mais simples.

    Na cabine, os bancos são do tipo esportivo e revestidos com o luxuoso couro Alcantara. A Shelby fez questão de colocar sua marca em diversos locais, como nos detalhes que imitam pele de cobra nos assentos e nos bordados dos tapetes, soleiras e luzes que trazem o logo da preparadora. Até mesmo a manopla do câmbio manual ganhou uma atenção especial. Porém, o volante mantém o tradicional logo do cavalo.

    O Super Snake estará disponível com seis opções de cores base e quatro para as listras. A produção começará nos próximos meses e a ideia é que apenas 250 unidades sejam fabricadas por ano. O preço e os números de desempenho ainda não foram divulgados.