Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Basília Rodrigues

    Basília Rodrigues

    Apura e explica. Adora Jornalismo e Direito. Vencedora do Troféu Mulher Imprensa e prêmios Especialistas, Na Telinha e profissionais negros mais admirados

    “Não estava pedindo nada ilegal”, diz Zambelli sobre conversa com ex-comandante da Aeronáutica

    Segundo a deputada, conversa teria ocorrido em novembro de 2022, quando Bolsonaro voltou a falar com aliados após um tempo mais recluso

    “Não estava pedindo nada ilegal”, diz Zambelli sobre conversa com ex-comandante da Aeronáutica
    “Não estava pedindo nada ilegal”, diz Zambelli sobre conversa com ex-comandante da Aeronáutica

    A deputada federal, Carla Zambelli (PL-SP), confirmou à CNN que pediu para o ex-comandante da Aeronáutica, brigadeiro Baptista Júnior, não deixar o ex-presidente Jair Bolsonaro “na mão”, após a derrota nas eleições de 2022.

    Ela, no entanto, argumenta não ter feito o pedido com intenções golpistas.

    “Não tem nada grave perguntar se vai deixar alguém na mão. Isso não é golpe. Não estava pedindo nada ilegal”, disse Zambelli.

    Em depoimento à Polícia Federal, o ex-comandante contou ter se sentido pressionado por Zambelli a aplicar um golpe de Estado.

    O militar afirma ter respondido “deputada, entendi o que a senhora está falando e não admito que a senhora proponha qualquer ilegalidade”.

    À CNN, Zambelli disse que a conversa não teria chegado a esse ponto. “Ele não respondeu assim ou eu teria dito que não estava pedindo nada ilegal”.

    A conversa, segundo a deputada, teria ocorrido em novembro daquele ano, quando Bolsonaro voltou a falar com aliados depois de ter passado por um período mais recluso.

    “O que você pediria em uma situação como essa?”, indagou.

    Zambelli afirmou que, além de conversar com Bolsonaro, havia retornado de viagem com ele a Guaratinguetá (SP).

    De acordo com a deputada, ela ainda não foi intimada a prestar esclarecimentos à PF mas que estaria à disposição.

    Zambelli informou que está internada em um hospital, em São Paulo, desde o início de março. Ela não explicou os motivos. Apesar da internação, a deputada disse que continua a participar de votações na Câmara, à distância.