Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Pedro Duran

    Pedro Duran

    O pai do Benjamin passou pela TV Globo, CBN e UOL. Na CNN, já atuou em SP, Rio e Brasília e conta histórias das cidades e de quem vive nelas

    Boulos faz investida no setor evangélico e marca encontro com pastores de bairro

    Expectativa é reunir 80 a 100 líderes religiosos locais

    Boulos faz investida no setor evangélico e marca encontro com pastores de bairro
    Boulos faz investida no setor evangélico e marca encontro com pastores de bairro

    O pré-candidato do PSOL à prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, marcou um encontro com pastores de pequenas congregações na próxima segunda-feira (29) para tentar furar a bolha e começar uma investida num setor do eleitorado onde o adversário Ricardo Nunes (MDB) tem forte penetração.

    A ideia é reunir entre 80 e 100 líderes evangélicos de pequenas congregações e tentar quebrar a resistência identificada pelos marqueteiros do deputado federal.

    A pesquisa Atlas/CNN mostrou que Nunes tem o voto de 56,6% dos evangélicos e Boulos fica em terceiro lugar nessa categoria, perdendo para Kim Kataguiri (União Brasil), que também é pré-candidato.

    Kim tem 17% da intenção de voto dos evangélicos. Em primeiro lugar nos números gerais, Boulos aparece colado com Tabata Amaral (PSB) entre os evangélicos. Ele tem 12,5% e ela 11,8% das intenções de votos desse público.

    Articuladores da campanha disseram à CNN que Boulos deve se apresentar, pedir apoio e debater a linguagem adequada para falar com os evangélicos, ouvindo os conselhos dos pastores.

    Sem anúncios específicos, Boulos deve tentar vender o peixe dele alegando ser de berço católico, da Igreja Ortodoxa – a mesma de Fernando Haddad (PT), que venceu em 2012 com o voto de parte dos evangélicos.

    Interlocutores disseram que ele se apresentará como “um homem de família”, “uma pessoa de fé” e com “profundo respeito à religiosidade”, sem abrir mão da defesa de um estado laico.