Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Pedro Duran

    Pedro Duran

    O pai do Benjamin passou pela TV Globo, CBN e UOL. Na CNN, já atuou em SP, Rio e Brasília e conta histórias das cidades e de quem vive nelas

    Produtores de arroz emprestam bombas de irrigação para drenar água de Porto Alegre

    Estratégia vai ajudar a esvaziar região do Aeroporto Salgado Filho, alagado pelas chuvas na capital gaúcha

    Produtores de arroz emprestam bombas de irrigação para drenar água de Porto Alegre
    Produtores de arroz emprestam bombas de irrigação para drenar água de Porto Alegre

    Depois de uma reunião entre produtores de arroz e representantes da prefeitura de Porto Alegre, os dois lados fecharam um acordo para o empréstimo de bombas usadas na irrigação da plantação do grão com o objetivo de contribuir com a drenagem da água represada na capital gaúcha. Duas bombas serão emprestadas: uma de 500 litros por segundo e outra de 800 litros por segundo.

    Elas devem ajudar a drenar a água que está no pátio da Estação de Bombeamento de Água Tratada (Embap) 6, que pega a região do bairro Anchieta, no entorno do Aeroporto Internacional Salgado Filho, que foi completamente alagado depois das chuvas que caíram no Rio Grande do Sul.

    O acordo foi confirmado por fontes da federação dos produtores, a Federarroz Rio Grande do Sul, e do departamento de água e esgoto da capital gaúcha, o Dmae. Ele é um dos desdobramentos de uma reunião realizada na última segunda-feira (13). O uso das bombas de irrigação vai ajudar a baixar a água do entorno da estação para que ela possa ser reativada.

    Antes, o Dmae já tinha fechado uma parceria com a Heineken, fabricante de cerveja, para a instalação de dois reservatórios de 3.000 litros cada para a população afetada pelas inundações. A água potável que sai dos tanques que são utilizados, em regra, na produção de cerveja, será disponibilizada na rua Comendador Caminha, na região de Moinhos de Vento.

    Outras empresas de saneamento também se juntaram à força-tarefa criada pelo Dmae para conseguir atravessar a crise de abastecimento e inundação na capital gaúcha. Entre elas estão a Sabesp, Casan, Copasa, Corsan e Sanepar.