Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Pedro Venceslau

    Pedro Venceslau

    Pós-graduado em política e relações internacionais, foi colunista de política do jornal Brasil Econômico, repórter de política do Estadão e comentarista da Rádio Eldorado

    “Pesquisa mostra resiliência do bolsonarismo e segurança como desafio para Tarcísio”, diz CEO da Quaest

    Governador de São Paulo tem a pior avaliação no setor de segurança pública entre os governadores bolsonaristas

    “Pesquisa mostra resiliência do bolsonarismo e segurança como desafio para Tarcísio”, diz CEO da Quaest
    “Pesquisa mostra resiliência do bolsonarismo e segurança como desafio para Tarcísio”, diz CEO da Quaest

    A pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta quinta-feira (11) revela a resiliência do bolsonarismo no momento em que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) é investigado em várias frentes pelo STF e mostra que a segurança pública é o principal desafio para o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos), disse à CNN o CEO da Quaest, Felipe Nunes.

    “A pesquisa reforça a calcificação do eleitorado e a resiliência do bolsonarismo”, afirmou Nunes.

    Os governadores bolsonaristas que são apontados como presidenciáveis aparecem com altas taxas de aprovação.

    Por outro lado, os números que a aprovação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nos estados governados por políticos de direita é hoje maior do que foi a votação do petista em 2022.

    Em São Paulo, por exemplo, Lula recebeu 33% dos votos válidos, mas aparece na pesquisa com 50% de aprovação. Ou seja: um saldo positivo de 17 pontos.

    Outro número que chama atenção na pesquisa é o que avalia a percepção da população em relação à segurança pública nos estados dos “presidenciáveis”.

    Nesse quesito, a aprovação de Tarcísio de Freitas é de 33% e a reprovação, de 31%.

    Esse dado coloca em xeque o endurecimento do discurso de Tarcísio em relação à atuação da Polícia Militar.