As melhores habilidades para ter no seu currículo


Millie Dent Do CNN Business
15 de março de 2020 às 15:43
reunião
Foto: You X Ventures/Unsplash

Redigir um bom currículo é um exercício de equilíbrio traiçoeiro. Você quer impressionar os recrutadores realçando suas competências e experiências, mas também não quer sobrecarregá-los com excesso de informação.

A chave para encontrar o equilíbrio perfeito e fazer com que seu currículo se destaque é incluir competências sob medida para o cargo ao qual você está se candidatando.

"Um currículo é um pé lá dentro", menciona Vicki Salemi, especialista em carreiras da Monster à CNN Business. Um currículo feito sob medida, que enfatiza as competências mais importantes para o cargo e você pode comprovar com realizações ou experiências específicas irá intrigar o recrutador e auxiliar na sua passagem pela porta.

Aqui estão outras dicas para um currículo que salte aos olhos:

Determine quais as competências a enfatizar

A maneira mais eficaz de fazer um currículo sob medida para uma função específica é identificar as competências mais importantes listadas na descrição do cargo e enfatizá-las em seu próprio currículo. Além disso, assegure-se de espelhar a linguagem usada na descrição do cargo.

Isso deve ajudar seu currículo a passar pela triagem eletrônica à qual muitas empresas submetem os currículos para encontrar palavras chave antes que um recrutador os examine.

Tipicamente, as empresas listarão primeiro as competências e responsabilidades necessárias mais importantes para o cargo. Portanto, foque seu currículo nelas. “As empresas estão basicamente te passando cola", declarou Salemi.
Obviamente, só enfatize as competências que você realmente tem e não minta. "A mentira tem perna curta", alerta Amanda Augustine, especialista em aconselhamento de carreira da TopResume.

Se a descrição do cargo é vaga, recorra a pessoas da empresa ou àquelas que trabalham no setor e peça que discorram sobre as competências que seriam necessárias para a função. Ou busque descrições de cargos similares e tome nota das palavras chave que costumam aparecer.

Mantenha um equilíbrio entre competências técnicas e comportamentais

Assegure-se de ter uma combinação de competências técnicas e comportamentais em seu currículo.
Competências comportamentais são o conjunto de traços de comportamento e personalidade que você usa diariamente, como colaboração e solução de problemas, ao passo que competências técnicas tendem a ser específicas da função, como programação de computadores, por exemplo. Ambos os conjuntos de competências são importantes. Por mais que os empregadores queiram contratar alguém qualificado para a função, também querem saber se você se encaixará culturalmente.

"Ao entrevistarem candidatos com currículos praticamente idênticos, os entrevistadores, muito provavelmente, escolherão o candidato que melhor se encaixa no grupo", lembra Salemi.

Mantenha, na seção de competências de seu currículo, um limite entre seis e oito competências, disse Steve Arneson, autor de "O que seu chefe realmente quer de você". Você não quer sobrecarregar o recrutador. Se quiser incluir mais, acrescente suas competências não técnicas em seu histórico profissional.

Comprove suas competências com evidências

Não envie um currículo apenas com uma lista de competências e cargos. Você também precisa comprová-los com exemplos concretos.

Ao descrever uma função anterior, inclua todas as realizações relevantes. "A melhor maneira de fazer isso é quantificar ou contar uma história", menciona Augustine.

Por exemplo, se você está declarando ser um vendedor eficaz, deve acrescentar que foi eleito o vendedor do mês ou que expandiu seu território em determinado percentual.

Você também deve apresentar cada competência com um verbo ativo – como "analisei", "organizei", "entreguei", "criei" e "desenvolvi" – para manter a atenção do recrutador.

Desenvolva as competências que faltam

Não desanime se faltam a você certas competências cruciais para os cargos aos quais está se candidatando. Em vez disso, trabalhe para desenvolvê-las.

Por exemplo, se você está se candidatando a uma vaga em um hospital, procure conseguir demonstrações de habilidades de software disponíveis online gratuitamente, como agendamento de pacientes. Também faça cursos online em sites como LinkedIn Learning ou Coursera.

Competências técnicas são mais fáceis de aprender, mas mesmo competências comportamentais podem ser desenvolvidas ao longo do tempo. Você só precisa encontrar uma maneira efetiva de aprendê-las e transmiti-las em seu currículo.