Carteira Inteligente: conheça as oportunidades dos fundos imobiliários


Do CNN Brasil Business
01 de abril de 2020 às 12:07 | Atualizado 01 de abril de 2020 às 13:18
 

O mercado de fundos imobiliários teve um boom em 2019. Apenas em dezembro do ano passado, o Índice de Fundos de Investimentos Imobiliários (IFIX), que reúne mais de 100 fundos negociados na B3, obteve uma valorização de quase 11%. Mas, por se tratar de ativos de renda variável, os fundos imobiliários também não saíram ilesos dos efeitos que a pandemia de coronavírus trouxe ao mercado financeiro. 

Se a valorização em 2019 trouxe uma certa alegria aos investidores, no último mês, os fundos imobiliários começaram a criar sentimentos contrários em alguns deles. Isso porque as quedas registradas pelo IFIX somaram 18% – o que mais que anulou os ganhos de todo o ano passado. O motivo, claro, foi o avanço do coronavírus e os impactos esperados no setor. Ainda há um grande temor de como shoppings centers, escritórios e varejo se comportarão diante da COVID-19. 

Porém, neste momento, calma é fundamental. Segundo Anita Scal, sócia do Rio Bravo Investimentos e convidada especial do Carteira Inteligente desta semana, ainda não há motivos para se preocupar. “É importante ressaltar que o mercado de fundos imobiliários é seguro, sim”, afirma a especialista. De acordo com Anita, enquanto o IFIX caiu 18%, o Ibovespa, principal indicador da bolsa brasileira, despencou 35%. 

Além disso, a especialista ressalta que, por se tratar de um fundo real, os ativos passam mais segurança ao investidor e sofrem menos impactos que as ações. 

Para explicar as oportunidades desse mercado que cresceu tanto nos últimos anos, Fernando Nakagawa, diretor do CNN Brasil Business, conversa com Anita Scal.  

Se você quer saber mais sobre fundos imobiliários, assista a nova edição do Carteira Inteligente.