FED e Congresso se unem para injetar mais US$ 2,5 trilhões na economia americana

Instituições se juntam para reduzir o impacto da pandemia na economia dos Estados Unidos. Desta vez, mais de US$ 2,3 trilhões seriam para empresas endividadas

Do CNN Brasil Business, em Nova York
09 de abril de 2020 às 14:54

O Banco Central dos Estados Unidos formalizou a proposta de aplicar US$ 2,3 trilhões do Tesouro americano na compra de títulos de empresas endividadas, os chamados "junk bonds". Para completar, democratas e republicanos discutem liberar mais US$ 250 bilhões para investir nos pequenos empresários, que representam 48% dos empregadores dos Estados Unidos.

Confira como a decisão impacta o PIB americano – e que até influencia diretamente o futuro da economia no país – no comentário do editor de internacional da CNN, Marcelo Favalli.