Sabesp recebe autorização para reajustar tarifa em 2,49%, mas só daqui a 90 dias

Postergação atende a pedido da Secretaria de Infraestrutura e Meio ambiente e é motivado por calamidade pública decretada em função da pandemia de COVID-19

Do CNN Brasil Business*
10 de abril de 2020 às 11:39 | Atualizado 10 de abril de 2020 às 11:45
Saneamento: nova tabela tarifária da Sabesp será publicada a partir de 10 de junho
Foto: Agência Brasil

A Sabesp foi autorizada pela Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) a reajustar suas tarifas em 2,4924% para a companhia, mas apenas daqui a 90 dias, informou a companhia ao mercado.

A postergação atende um pedido da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente e é uma medida adicional ao decreto que reconhece o estado de calamidade pública no país devido à pandemia de coronavírus. 

As tabelas tarifárias reajustadas serão publicadas até 10 de junho, incluindo as dos municípios de Iperó, Pereiras, Santa Branca e Santa Isabel, e poderão ser aplicadas a partir de 30 dias da publicação.

O cálculo do reajuste levou em consideração a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), de 3,3032% para o período analisado; o fator de eficiência (Fator X), de 0,6920%; e o fator de qualidade (Fator Q), de -0,1188%.

A empresa será compensada financeiramente pela postergação. Os valores não recebidos até 10 de junho serão calculados e aplicados nas tarifas de 10 julho de 2020 até 10 de maio de 2021.

A Sabesp informou ainda que a Arsesp vai avaliar o impacto da isenção por 90 dias das tarifas das contas de água e esgoto de consumidores das categorias de uso "Residencial Social" e "Residencial Favela" no "equilíbrio econômico-financeiro" da prestação de serviços para "poder restabelecê-lo, se necessário".

*Com Estadão Conteúdo

.