Apesar do PIB negativo no 1º tri, bolsa chinesa avança com esperança de melhora

Investidores depositam suas esperanças em uma recuperação apoiada pelo Estado. Índices asiáticos acompanham movimento

Reuters
17 de abril de 2020 às 07:56 | Atualizado 17 de abril de 2020 às 07:56
Bandeira da China (04.abr.2020)
Foto: Thomas Peter/Reuters

As ações da China encerraram em alta nesta sexta-feira (17), com os investidores deixando de lado a primeira contração econômica trimestral do país em pelo menos 28 anos e depositando suas esperanças em uma recuperação apoiada pelo Estado, à medida que o impacto da pandemia de coronavírus diminui.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,98%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,66%.

O subíndice do setor financeiro avançou 1%, o de consumo teve alta de 1,67% e o setor imobiliário subiu 0,57%, enquanto o subíndice de saúde recuou 0,72%.

A economia da China encolheu pela primeira vez desde pelo menos 1992 no primeiro trimestre, com queda do Produto Interno Bruto (PIB) de 6,8% no período, mostraram dados oficiais divulgados nesta sexta-feira.

"Os investidores, na verdade, ficaram aliviados quando a ficha finalmente caiu", disse Zhang Yanbing, analista da Zheshang Securities. "Eles esperam uma recuperação no segundo trimestre, à medida que a ordem social é gradualmente restaurada na China."

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 3,15%, a 19.897 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 1,56%, a 24.380 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,66%, a 2.838 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,98%, a 3.839 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 3,09%, a 1.914 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 2,14%, a 10.597 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,09%, a 2.614 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 1,31%, a 5.487 pontos.