Facebook compra site de GIFs Giphy e vai integrá-lo ao Instagram

"Continuaremos disponibilizando o Giphy abertamente para o ecossistema em geral", disse a plataforma em comunicado

Reuters
15 de maio de 2020 às 15:06

Aplicativo do Facebook em um smartphone

Foto: Dado Ruvic/Reuters (06.jan.2020)

O Facebook está adquirindo o Giphy, um popular site para criar e compartilhar GIFs, disse a empresa em seu blog nesta sexta-feira.

O custo, que não foi divulgado, foi estimado em cerca de US$ 400 milhões pelo site de notícias Axios. As empresas não responderam imediatamente aos pedidos de comentários.

O anúncio chega em um momento em que a maior rede social está sob escrutínio de órgãos reguladores por questões antitruste.

O Giphy se tornará parte do Instagram e sua biblioteca de GIFs, que pode se integrar a outros aplicativos, será ainda mais integrada ao Instagram e outras plataformas de propriedade do Facebook.

"As pessoas ainda poderão fazer upload de GIFs; desenvolvedores e parceiros de API continuarão a ter o mesmo acesso às APIs da Giphy; e a comunidade criativa da Giphy ainda poderá criar um ótimo conteúdo", disse Vishal Shah, vice-presidente de produto do Instagram, em publicação no blog.

"Continuaremos disponibilizando o Giphy abertamente para o ecossistema em geral", disse o Giphy em post no Medium.

O Facebook disse que 50% do tráfego do Giphy vem de seus aplicativos, com metade desse tráfego vindo do Instagram.

(Por Elizabeth Culliford)