Feriado adiantado para quarta não valerá para operações financeiras, diz BC

Banco Central esclarece que 11 de junho, dia do Corpus Christi, seguirá como dia não útil, e, nesta quarta-feira, as operações bancárias ocorrerão normalmente

Reuters
19 de maio de 2020 às 14:18

Sede do Banco Central, em Brasília (16.mai.2017)

Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

O Banco Central informou nesta terça-feira que, para fins de operações praticadas no mercado financeiro, o dia 11 de junho --data do feriado de Corpus Christi no calendário nacional-- será um dia não útil e, nesta quarta-feira, as operações ocorrerão normalmente.

O BC ainda não esclareceu sobre o funcionamento das agências bancárias.

Nesta manhã, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, sancionou antecipação dos feriados de Corpus Christi e da Consciência Negra para quarta e quinta-feira desta semana, com a decretação de ponto facultativo na sexta. O BC não se pronunciou sobre o feriado da Consciência Negra, em 20 de novembro.

Em comunicado, o BC afirmou que "ocorrerá em 11 de junho de 2020 o dia dedicado a Corpus Christi, considerado como não útil em todo o território nacional para fins de operações praticadas no mercado financeiro, inclusive quanto às atividades e aos sistemas de responsabilidade desta autarquia".

O BC destacou, em especial, o Sistema de Transferência de Reservas (STR), o Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic), o cálculo e divulgação da taxa Selic e a apuração e divulgação da taxa de câmbio.

(Por Isabel Versiani)