Caixa Econômica libera novos lotes do auxílio emergencial; veja quem recebe hoje

Benefício visa auxiliar a população de baixa renda a enfrentar a crise causada pela pandemia do novo coronavírus

Da CNN, em São Paulo
26 de maio de 2020 às 09:15 | Atualizado 26 de maio de 2020 às 09:19
A Caixa Econômica já pagou R$ 65,5 bilhões de auxílio emergencial
Foto: José Cruz / Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal paga nesta terça-feira (26) novos lotes do auxílio emergencial de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras) do governo federal. O benefício busca auxiliar a população de baixa renda a enfrentar a crise causada pela pandemia do novo coronavírus.

O auxílio pode ser solicitado por qualquer cidadão com mais de 18 anos (ou mães menores de 18 anos) que esteja desempregado ou exerça atividade como microempreendedor individual (MEI), contribuinte individual da Previdência Social ou trabalhador informal inscrito no Cadastro Único (CadÚnico). 

Assista e leia também:
O que fazer se auxílio emergencial for negado
Novos beneficiários de auxílio emergencial só vão receber 2ª parcela em junho
Com nova lei, quem tem direito ao auxílio emergencial de R$ 600

Além disso, a família precisa ter renda mensal de até meio salário mínimo (R$ 522,50) por pessoa ou de até três salários mínimos (R$ 3.135,00) no total, e o cidadão não pode receber outro tipo de benefício, como seguro-desemprego, com a exceção do Bolsa Família.

Veja quem recebe hoje o auxílio emergencial: 

• beneficiários do Bolsa Família com Número de Inscrição Social (NIS) de final 7;

• segunda parcela aos beneficiários que receberam a primeira parcela do auxílio emergencial até o dia 30 de abril e nasceram em novembro e dezembro;

• primeira parcela aos beneficiários nascidos em setembro.

A Caixa Econômica já pagou R$ 65,5 bilhões de auxílio emergencial, somadas as primeiras e segunda parcelas, informou o presidente do banco, Pedro Guimarães, nessa segunda-feira (25). No total, 55,9 milhões de pessoas receberam alguma parcela do benefício desde que o programa foi criado em abril.
 
Do total pago até agora, R$ 24,3 bilhões foram para beneficiários do Bolsa Família, R$ 13,9 bilhões para os inscritos no CadÚnico e R$ 27,3 bilhões para trabalhadores informais que se cadastraram pelo site oficial do auxílio ou pelo aplicativo Caixa Auxílio Emergencial.

(Com Agência Brasil)