Fechados, bares e restaurantes tentam sobreviver até o fim da quarentena

Fora da primeira fase de reabertura da economia, estabelecimentos buscam soluções para não deixarem de existir

Karla Chaves, da CNN, em São Paulo
30 de maio de 2020 às 22:46

Bares e restaurantes ficaram de fora da primeira fase de reabertura dos estabelecimentos divulgada pelo governo de São Paulo e estão tendo de se adaptar para sobreviver à quarentena, como dar férias coletivas aos funcionários ou passar a realizar vendas por delivery.

Segundo a categoria, cerca de 20% dos estabelecimentos deste segmento já fecharam no estado por causa da pandemia, deixando 300 mil funcionários desempregados. A projeção é que, em junho, 1.650 estabelecimentos empreendimentos fechem em definitivo por dia.

Enquanto isso, parte dos empresários tenta renovar seus negócios e preparar o salão para voltar a receber o público gradualmente. Assista à reportagem acima.