Bruno Funchal substituirá Mansueto Almeida na secretaria do Tesouro, diz Guedes

Funchal é atual diretor de Programas do Ministério da Economia e ex-secretário da Fazenda do estado do Espírito Santo

Por Igor Gadelha, CNN  
15 de junho de 2020 às 14:33 | Atualizado 15 de junho de 2020 às 18:23

O ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou na tarde desta segunda-feira (15) à CNN que escolheu o economista Bruno Funchal como novo secretário do Tesouro Nacional. A posse deve ocorrer em 31 de julho. Ele substituirá Mansueto Almeida, que anunciou ontem que deixará o cargo nas próximas semanas.

O anúncio foi feito logo após a confirmação da saída de Mansueto justamente em razão da reação negativa do mercado. A saída do atual secretário foi muito mal recebida por investidores.

Havia dúvidas se a saída de Mansueto colocaria em xeque o ajuste fiscal, o que foi rechaçado pelo secretário, que fica no cargo até julho. 

Leia também:

Igor Gadelha: Funchal é ‘caneta firme’ contra gastos, mas tem pouco traquejo político

Raquel Landim: Novo secretário do Tesouro vai ajudar na interlocução com os Estados

Funchal é atual diretor de Programas do Ministério da Economia e ex-secretário da Fazenda do estado do Espírito Santo. No ministério, ele é o responsável pela interlocução com estados. Ele defende a adoção unificada de critérios fiscais para os entes federativos.

O futuro secretário participou das negociações do plano de ajuda a estados e municípios aprovado no Congresso, quando apoiou a adoção do repasse segundo um critério que estabelecia valor fixo, por entender que isso alinharia os interesses do executivo estadual com a União.

O diretor de Programas do Ministério da Economia, Bruno Funchal
O diretor de Programas do Ministério da Economia e ex-secretário da Fazenda do Espírito Santo, Bruno Funchal
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil (9.mai.2019)