Auxílio: inscritos no Bolsa Família começam a receber 3ª parcela nesta quarta


Diego Freire, da CNN, em São Paulo
17 de junho de 2020 às 01:13 | Atualizado 17 de junho de 2020 às 03:01
Pessoas fazem fila em agência da Caixa para tentar receber o auxílio emergencial

Pessoas fazem fila em agência da Caixa para tentar receber o auxílio emergencial

Foto: Pilar Olivares - 29.abr.2020/Reuters

A Caixa Econômica Federal começa a pagar, nesta quarta-feira (17), a terceira parcela do auxílio emergencial de R$ 600. Até o momento, o banco disponibilizou apenas o calendário de depósitos aos inscritos no programa Bolsa Família (veja o cronograma abaixo). Os primeiros a receber são os beneficiários com NIS final 1.

Leia também:
Bolsonaro altera definições na base do Cadastro Único para pagamento do auxílio

Segundo nota divulgada pelo Ministério da Cidadania nesta terça, o calendário de pagamento da terceira parcela para os demais cidadãos com direito ao Auxílio Emergencial será divulgado em breve.

Também nesta quarta, a Caixa complementa o pagamento da 1ª parcela do benefício a novos inscritos no programa. Serão contemplados hoje os inscritos nascidos entre julho e dezembro. 

O crédito será feito na conta desses brasileiros, admitidos no programa recentemente. Os beneficiários poderão movimentar digitalmente os recursos utilizando o aplicativo Caixa Tem, que permite transações e pagamentos com QR Code.

Já o saque em dinheiro deverá seguir calendário próprio, iniciando em julho e variando a cada dia de acordo com a data de nasciment (veja calendário abaixo).

Trabalhadores podem consultar a quais parcelas terão acesso pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site.

 

Novas parcelas

Originalmente, o auxílio criado pelo governo como medida emergencial durante a pandemia de Covid-19 estava previsto para ocorrer em três parcelas de R$ 600. O presidente Jair Bolsonaro, porém, já afirmou que serão distribuídas ao menos duas outras parcelas do benefício, mas com um valor menor ainda não definido.  

O presidente declarou que usará seu poder de veto caso o Congresso Nacional vote por manter o valor de R$ 600 nas próximas parcelas.

"Se a Câmara passar para R$ 400, R$ 500 ou voltar para R$ 600, qual vai ser a minha atitude para que o Brasil não quebre? Se pagar mais duas de R$ 600, vamos ter uma dívida cada vez mais impagável... é o veto", disse.

Veja calendários já liberados:


Pagamento da 3ª parcela do auxílio

Até o momento, foi disponibilizado apenas o calendário para inscritos no programa Bolsa Família.

NIS com final 1 - 17 de junho

NIS com final 2 - 18 de junho

NIS com final 3 - 19 de junho

NIS com final 4 - 22 de junho

NIS com final 5 - 23 de junho

NIS com final 6 - 24 de junho

NIS com final 7 - 25 de junho

NIS com final 8 - 26 de junho

NIS com final 9 - 29 de junho

NIS com final 0 - 30 de junho

 

Pagamento do 3º lote da 1ª parcela do auxílio

Nascidos em janeiro - crédito em conta em 16/06 * saques e transferências liberadas em 06/07

Nascidos em fevereiro - crédito em conta em 16/06 * saques e transferências liberadas em 07/07

Nascidos em março - crédito em conta em 16/06 * saques e transferências liberadas em 08/07

Nascidos em abril - crédito em conta em 16/06 * saques e transferências liberadas em 09/07

Nascidos em maio - crédito em conta em 16/06 * saques e transferências liberadas em 10/07

Nascidos em junho - crédito em conta em 16/06 * saques e transferências liberadas em 11/07

Nascidos em julho - crédito em conta em 17/06 * saques e transferências liberadas em 13/07

Nascidos em agosto - crédito em conta em 17/06 * saques e transferências liberadas em 14/07

Nascidos em setembro - crédito em conta em 17/06 * saques e transferências liberadas em 15/07

Nascidos em outubro - crédito em conta em 17/06 * saques e transferências liberadas em 16/07

Nascidos em novembro - crédito em conta em 17/06 * saques e transferências liberadas em 17/07

Nascidos em dezembro - crédito em conta em 17/06 * saques e transferências liberadas em 18/07