A última sexta-feira fechada da Times Square: Nova York reabre na segunda

A praça mais famosa de NY possui poucos pedestres e muitas lojas fechadas – cenário que deve ser completamente diferente a partir do próximo dia 22 de junho

Do CNN Brasil Business, em Nova York
19 de junho de 2020 às 18:58 | Atualizado 19 de junho de 2020 às 18:59

A maior cidade dos Estados Unidos entra na segunda fase de reabertura. A partir de segunda-feira, dia 22, o setor de serviços, hotelaria e escritórios podem voltar a funcionar, mas ainda seguindo restrições na concentração de pessoas. A Times Square, um dos pontos turísticos mais icônicos, voltará a funcionar.

Pode haver apenas 50% da ocupação de locais fechados. Bares e restaurantes só poderão colocar mesas na calçada, com o risco de perderem a licença de funcionamento caso desobedeçam à ordem. Os hotéis estão ansiosos para a liberação, principalmente porque o verão começa este fim de semana, no hemisfério norte.

Leia também:
O que Abraham Weintraub vai fazer no Banco Mundial?
Fed fala em volta ao trabalho e melhora em dados na economia dos Estados Unidos

Atualmente, a taxa de ocupação dos quartos, na cidade de Nova York, está um pouco acima dos 20%. Em geral, as reservas passam dos 80% nesta época do ano, por causa do calor e as férias escolares.

A prefeitura de Nova York calcula que, com a abertura, entre 150 mil e 300 mil trabalhadores voltem às atividades na semana que vem.

Confira a análise de Marcelo Favalli, editor de internacional da CNN, e as imagens da praça mais famosa de Nova York.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook