Consumidores mudam hábitos na pandemia e não pretendem voltar ao 'velho normal'


Da CNN, em São Paulo
25 de junho de 2020 às 23:21

A pandemia do novo coronavírus obrigou os brasileiros a mudarem os hábitos de consumo. Essa nova maneira de se relacionar com as marcas deve ficar como herança mesmo depois deste período de restrições sociais. 

De acordo com uma pesquisa realizada pela consultoria Accenture, obtida com exclusividade pela CNN, 55% dos entrevistados disseram que preferem ficar em casa nos dois próximos meses. Bares, shows e eventos esportivos aparecem no fim da lista: apenas 13% se sente tranquilo para voltar a frequentar esses lugares.

Leia também:

Estado e prefeitura de SP divergem sobre protocolo para reabertura de bares

Com comércio retraído, governo de São Paulo prevê queda de 7% no PIB

A pesquisa também revelou que 72% dos consumidores têm comprado mais em lojas de bairros atualmente e 80% pretende mantém o hábito depois da pandemia. 64% têm comprando mais produtos de origem local atualmente. Destes, 89% irão manter o hábito após a pandemia. 

Cerca de oito mil pessoas foram ouvidas em 18 países, entre eles o Brasil.

(Edição: André Rigue)