Mais de 60% dos brasileiros dizem preferir viajar dentro do país no pós-pandemia


Luís Lima, do CNN Brasil Business, em São Paulo
25 de junho de 2020 às 13:16
Fernando de Noronha fechou aeroporto, única porta de entrada, em 21 de março

Sem turistas, responsáveis por 95% da arrecadação em Fernando de Noronha, moradores adotam escambo para superar a crise

Foto: Arquivo - 16.jul.2019/ Agência Brasil

O turismo doméstico está no radar de preferência da maioria dos brasileiros nos primeiros meses pós-pandemia, segundo reforça uma pesquisa exclusiva da MindMiners, compartilhada com o CNN Brasil Business. No total, 61% dos participantes dizem que optará por uma viagem dentro do país antes de se arriscar a ir ao exterior assim que a quarentena imposta pela Covid-19 acabar. 

A tendência de reação primária do turismo nacional já havia sido identificada por empresários do setor, como o CEO da CVC, Leonel Andrade, e da Accor, Patrick Mendes. Em entrevista ao CNN Brasil Business, Andrade afirmou que o turismo local será o “elo da retomada” do setor, com resultados positivos potenciais já no segundo semestre, quando a empresa pretende retomar suas atividades.

Ainda de acordo com a pesquisa da MindMiners, 71% dos respondentes cancelaram ou adiaram pelo menos uma viagem devido à pandemia. No recorte geográfico, 93% cancelaram ao menos uma viagem doméstica, enquanto 80% cancelaram ao menos um voo para outro país. 

“Quando há cancelamentos, há necessidade de reembolso de valores pagos de aéreo, hotelaria e serviços por exemplo. Assentos e quartos que provavelmente não foram e nem serão vendidos no curto prazo”, diz a pesquisa. “E mesmo quando há remarcação ou adiamento, há um retrabalho de toda a cadeia ao encontrar uma nova data respeitando toda as empresas envolvidas e suas políticas de remarcação”, acrescenta.

No auge da crise, em março, o segmento de turismo perdeu R$ 14 bilhões em receita no Brasil, uma queda de 84% no faturamento quando comparado com o mesmo mês do ano anterior, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Em âmbito global,  a Organização Mundial do Turismo (OMT) prevê uma retração de até 30% em todo o mundo este ano. 

A MindMiners ouviu 500 pessoas, homens e mulheres, de todas as regiões brasileiras, e de distintas classes sociais, entre os dias 15 e 22 de junho, por meio de uma plataforma online de pesquisas. Um filtro aplicado é o costume de viajar a um destino internacional ao menos uma vez ao ano. O levantamento foi realizado em parceria com a Hip Hotels.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook