Brasil deve realizar 5 leilões de projetos de transmissão de energia até 2020

O leilão previsto para dezembro deste ano deverá oferecer a investidores empreendimentos que demandarão cerca de R$ 6,1 bilhões em investimentos

Da Reuters
13 de julho de 2020 às 13:07

Torres e linhas de transmissão de energia em Brasília: Brasil prevê licitar R$ 6,1 bilhões em linhas de transmissão

Foto: Reuters/Ueslei Marcelino

O Brasil deverá realizar cinco leilões de concessões para novos projetos de transmissão de eletricidade até o final de 2022, de acordo com cronograma divulgado pelo Ministério de Minas e Energia nesta segunda-feira.

As licitações do maior país da América Latina para novos empreendimentos de transmissão têm atraído o interesse de importantes investidores globais do setor, incluindo a chinesa State Grid, a indiana Sterlite e a colombiana Isa.

Leia também:
Governo reduz leilão e prevê licitar R$ 6 bilhões em projetos de transmissão
Covid-19 impacta geração de caixa de elétricas em R$5,6 bi até 2021, diz Fitch

O ministério prevê e realização de um leilão em 2020, em dezembro, e dois em 2021, sendo um em junho e um em dezembro, segundo portaria publicada no Diário Oficial da União.

Em 2022, a pasta programa a realização também de dois certames de novos projetos de linhas de transmissão, em junho e dezembro.

O ministério decidiu ainda que as datas das licitações para os três anos seguintes deverão ser sempre publicadas pelo governo até 31 de dezembro de cada ano, de acordo com a medida.

O leilão previsto para dezembro deste ano deverá oferecer a investidores empreendimentos que demandarão cerca de R$ 6,1 bilhões em investimentos.

O governo havia chegado a prever licitação de 10,4 bilhões em projetos de transmissão em 2020, mas parte das instalações será agora ofertada nos próximos anos, em meio a uma redução na demanda por energia associada às medidas de contenção do coronavírus e aos impactos econômicos da pandemia.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook