Raízen suspende vendas de gasolina de aviação após alerta da Petrobras

O movimento acontece após um alerta da Petrobras sobre um lote que teria apresentado compostos aromáticos diferentes de outras remessas

Da Reuters
13 de julho de 2020 às 12:56

Avião durante voo: Petrobras emitiu alerta sobre lote de combustível; Raízen suspendeu a comercialização de gasolina de aviação

Foto: Unsplash

A Raízen, joint venture entre a brasileira Cosan e a petroleira Shell, decidiu suspender de forma preventiva a comercialização de gasolina de aviação (AVGAS), utilizada principalmente em aviões de pequeno porte, informou a empresa nesta segunda-feira.

O movimento acontece após um alerta da Petrobras sobre um lote importado do produto que teria apresentado compostos aromáticos diferentes de outras remessas, ainda que dentro das especificações da reguladora ANP. A estatal não deu detalhes sobre o tamanho do lote do combustível.

Leia também:
Petrobras interrompe fornecimento de lote de gasolina de aviação após testes

A Raízen, que tem a Petrobras como única fornecedora de AVGAS, disse que também recomendou a todos seus revendedores a suspensão da comercialização do combustível.

Mais cedo, a BR Distribuidora também informou suspensão das vendas por ter a Petrobras como única fornecedora.

"A Raízen reforça que está em contato constante com a Petrobras para obter mais informações sobre o caso e alternativas para novos suprimentos", disse a empresa, em nota enviada após questionamentos da Reuters.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook