BNDES: Não haverá falta de crédito e financiamento para o setor de saneamento

Segundo o presidente do banco de fomento, Gustavo Montezano, a área é prioridade da instituição para os próximos anos

Estadão Conteúdo
15 de julho de 2020 às 19:41
O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano, afirmou que o saneamento é agenda prioritária da instituição financeira nos próximos anos. Ele garantiu que não faltará crédito para financiar investimentos no setor.

Montezano disse ainda que o banco está à disposição de governadores e prefeitos que quiserem apoio na estruturação de projetos na área.

"Iniciamos agora a jornada de execução dos investimentos no saneamento. O marco era fundamental para isso", afirmou ele, em cerimônia de sanção da lei no Palácio do Planalto.

Na avaliação dele, os investimentos em saneamento podem ajudar a reduzir a desigualdade social no País, que tem um dos piores índices do mundo.

Assista e leia também:

Bolsonaro veta renovação por mais 30 anos de contratos de estatais de saneamento

Após marco, estatais de saneamento pressionam governo por crédito

Montezano disse que projetos com uma boa modelagem, engenharia e estruturação financeira são fundamentais para atrair investimentos. "O BNDES está à disposição de governadores e prefeitos para ajudar a elaborar projetos de saneamento", comentou.

Segundo ele, a linha mestra de atuação do banco é baseada em cinco pilares: ninguém fica para trás; respeito à capacidade de pagamento de cada localidade; universalização no menor tempo possível; abertura à competição e busca do melhor player e modelo; e sustentabilidade financeira dos projetos.