Usuários do app Caixa Tem reclamam de 'sumiço' de valor do saque do FGTS

Ao tentar transferir valor, dinheiro é debitado da conta do fundo de garantia, mas não aparece disponível para transferências na plataforma

Manuela Tecchio, do CNN Brasil Business, em São Paulo
20 de julho de 2020 às 12:21 | Atualizado 20 de julho de 2020 às 13:52
Caixa Econômica Federal liberou a consulta do saque emergencial do FGTS
Foto: Guilherme Dionízio/Estadão Conteúdo

Em dia de saque emergencial do FGTS para os aniversariantes do mês de abril, diversos usuários do aplicativo Caixa Tem relataram problemas para ter acesso ao valor. O assunto chegou a ficar entre os mais comentados do Twitter na manhã desta segunda-feira (20), com mais de 2 mil posts. Entre as principais reclamações está o “sumiço” do dinheiro, que, ao ser debitado da conta do fundo de garantia, não fica disponível para transferências e outras operações financeiras na plataforma do banco.

Segundo a Medida Provisória nº 946 de abril 2020, tem direito ao saque todo titular de conta do fundo de garantia com saldo, incluindo contas ativas e inativas, no valor de até R$ 1.045,00 por trabalhador. A medida tem como objetivo atenuar ao trabalhador os efeitos da crise econômica imposta pelo coronavírus, mas o saque pode ser feito até o último dia do ano.

Desde o início da quarentena, com o alto volume de transações por conta do auxílio emergencial e do saque do FGTS, entre outros pagamentos, o aplicativo da Caixa tem sido alvo de diversas reclamações. Para tentar administrar os acessos, o banco chegou a criar uma “fila de espera” virtual há algumas semanas, mas os clientes se queixaram da demora para conseguir logar na plataforma.

Por meio de sua assessoria, o banco explicou que é comum o aplicativo ficar mais instável em dias com muitos acessos. "Devido ao grande volume de acessos simultâneos, o aplicativo FGTS apresentou no início da manhã intermitência, mas já voltou a ficar estável. Os recursos disponíveis aos trabalhadores com direito ao saque emergencial de até R$ 1.045 seguiram podendo ser consultados normalmente no aplicativo CAIXA Tem e no site fgts.caixa.gov.br", disse o departamento de comunicação.

Cerca de 4,9 milhões de trabalhadores nascidos em abril passam a receber nesta segunda-feira (20) o equivalente a R$ 3,1 bilhões. Além do depósito do FGTS e do Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e Renda (BEm), o banco informa que já pagou mais de R$ 121 bilhões do Auxílio Emergencial para 65,2 milhões de pessoas por meio do aplicativo Caixa Tem.

Clique aqui e siga a página do CNN Brasil Business no Facebook