5G: França não vai impedir Huawei de investir no país, diz ministro

"Não vamos impedir a Huawei de investir em 5G, vamos proteger nossos interesses de segurança nacional", disse Bruno Le Maire

Da Reuters
21 de julho de 2020 às 16:02

O ministro das Finanças da França, Bruno Le Maire, que disse que a França não vai impedir investimento da Huawei na rede 5G do país

Foto: Reuters/Gonzalo Fuentes

O ministro das Finanças da França, Bruno Le Maire, disse nesta terça-feira que o governo não vai impedir o grupo chinês Huawei de investir no país, diferente da decisão do Reino Unido, que impediu a gigante de telecomunicações de fornecer equipamentos para a rede 5G até 2027.

Leia também:
Reino Unido exclui chinesa Huawei como fornecedora de rede 5G
Faturamento da Huawei cresce 13% no 1° semestre

Le Maire afirmou à rádio France Info "não vamos impedir a Huawei de investir em 5G, vamos proteger nossos interesses de segurança nacional". Ele acrescentou que apresentou a posição da França a autoridades chinesas na segunda-feira. 

Apesar disso, Le Maire condenou atos da China contra a minoria muçulmana do país, afirmando que são "revoltantes e inaceitáveis".

Especialistas das Nações Unidas e ativistas afirmam que pelo menos 1 milhão de uigures étnicos e outros muçulmanos estão sendo mantidos em centros de detenção em Xinjiang. A China afirma que eles são centros de treinamento que ajudam a reduzir terrorismo e extremismo e que dão às pessoas novas habilidades. 

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook