Banco do Brasil dissolve órgão de auditoria interna


Caio Junqueira
Por Caio Junqueira, CNN  
17 de agosto de 2020 às 13:28 | Atualizado 17 de agosto de 2020 às 15:14
Logotipo do Banco do Brasil

O Banco do Brasil explicou anteriormente que a publicidade é adquirida de ferramentas de mídia

Foto: Paulo Whitaker - 09.ago.2018 / Reuters


O Conselho de Administração do Banco do Brasil destitiui todos os servidores do Comitê da Unidade Auditoria do banco, órgão responsável pelas investigações de denúncias contra funcionários do banco.

Dos seis funcionários do comitê, dois foram demitidos do banco —inclusive o chefe da auditoria, Antonio Balestrini— e outros quatro foram remanejados internamente.

Leia também:

Debandada no governo não afeta solvência da dívida pública, dizem economistas

Para reagir à debandada, Guedes defende avanços de reformas e privatizações

O banco não comenta o assunto, mas fontes disseram à CNN que foi descoberto o favorecimento irregular de funcionários em planos de demissão da empresa.

A medida ocorreu na sexta-feira, no mesmo dia em que foi anunciado o novo presidente do BB, André Brandão. Rubem Novaes deixou o cargo alegando motivos pessoais.