China e EUA concordam em realizar negociações comerciais, diz ministério chinês

Afirmações foram feitas após o chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, afirmar que nenhuma discussão de alto nível estava marcada

Da Reuters
20 de agosto de 2020 às 08:35
 
Foto: Jason Lee/Illustration/File Photo/Reuters

A China e os Estados Unidos concordaram em realizar negociações comerciais "nos próximos dias" para avaliar o progresso da Fase 1 de seu acordo seis meses após ele entrar em vigor em fevereiro, disse o Ministério do Comércio chinês nesta quinta-feira (20).

O porta-voz do ministério, Gao Feng, fez a declaração em uma entrevista semanal realizada online, mas não deu detalhes.

Leia também:
Depois do TikTok, Alibaba pode ser o próximo alvo de Donald Trump
Trump x TikTok: por que a rede social se tornou o principal alvo do presidente

Elas foram feitas após o chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, afirmar que nenhuma discussão de alto nível estava marcada, embora ambos os lados estejam em contato sobre a implementação da Fase 1 do acordo comercial.

O acordo, alcançado em 15 de janeiro e considerado um grande avanço após dois anos de disputas, determinou metas ambiciosas para a China, que deve aumentar com força as compras de produtos agrícolas e manufaturados dos EUA.

Mas os laços rapidamente azedaram na sequência da pandemia de coronavírus e pela imposição pela China de uma nova lei de segurança nacional em Hong Kong.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook