Gravadora do grupo de K-Pop BTS precifica IPO em mais de R$ 600 por ação

Os integrantes da popular banda sul-coreana devem se tornar acionistas multimilionários após receberem ações de sua gravadora

Joyce Lee, da Reuters
28 de setembro de 2020 às 00:58 | Atualizado 28 de setembro de 2020 às 13:06

A Big Hit Entertainment, gravadora do popular grupo de K-Pop BTS, precificou sua oferta pública inicial (IPO) nesta segunda-feira em 135 mil wons por ação (R$ 639 na cotação atual). O preço está no topo da estimativa de precificação divulgado anteriormente, que estava entre 105 mil e 135 mil wons.

O IPO visa arrecadar 962,6 bilhões de wons (cerca de R$ 4,5 bilhões) por meio da oferta de 7,13 milhões de novas ações. É o maior IPO da Coreia do Sul desde que a biofarmacêutica Celltrion HealthCare arrecadou 1 trilhão de won em 2017.

Leia também:
Grupo de K-Pop BTS será um dos acionistas de sua gravadora (após IPO)

O grupo de k-pop, BTS (16.ago.2018)
Foto: Reprodução/Instagram

Os investidores institucionais preveem uma enorme demanda pelas ações, com Big Hit aproveitando o sucesso da banda de sete membros, que se tornou o primeiro grupo sul-coreano a alcançar o primeiro lugar na parada de singles da Billboard Hot 100 dos EUA com a música "Dynamite" .

Com base no preço, o valor total de mercado da Big Hit deve ser de cerca de 4,8 trilhões de wons, levando em consideração as ações ordinárias mais as ações preferenciais resgatáveis que serão convertidas em ações ordinárias no IPO. 

Os integrantes da popular banda sul-coreana devem se tornar acionistas multimilionários após receberem ações de sua gravadora. Cada membro do BTS receberá 9,23 bilhões de wons em ações, ou 64,6 bilhões de wons no total