Retomada: movimento de passageiros aumenta nos aeroportos do Rio de Janeiro

Aeroporto Santos Dumont alcançou 51% da média diária de passageiros que era registrada antes da pandemia

Isabelle Saleme, da CNN, no Rio de Janeiro
09 de outubro de 2020 às 10:20
Movimento no Aeroporto Santos Dumont, no Rio
Foto: Isabelle Saleme/CNN

Depois de meses com funcionamento muito abaixo do média por causa da pandemia do novo coronavírus, o movimento no Aeroporto Santos Dumont, no Rio, demonstra crescimento e indica um começo de retorno à normalidade. Nesta semana, o aumento no fluxo de passageiros era notório. Em outubro, o terminal doméstico atingiu uma recuperação de 51% da média diária de passageiros que era registrada antes da chegada da Covid-19.

O Santos Dumont alcançou a marca de 16 mil passageiros entre embarques e desembarques no período. 
Houve também um crescimento de 22% no total de clientes que passaram pelo terminal. No segundo trimestre de 2020, pico da pandemia na capital fluminense, foram contabilizados 159.980 viajantes, enquanto no terceiro trimestre, início da flexibilização, foram 720.630.

Leia também:
Com feriado, Rio de Janeiro tem crescimento na taxa de ocupação de hotéis

Para os últimos três meses de 2020, época das festas de final de ano, a previsão é de que o Santos Dumont receba aproximadamente 1,4 milhão de passageiros, considerando um percentual de 76% de ocupação de assentos em voos. Mesmo assim, o número continua bem abaixo dos mais de 2,7 milhões de pessoas que utilizaram o aeroporto entre outubro e dezembro de 2019.

Já no Aeroporto Internacional Tom Jobim, só para o mês de outubro, são esperados 317 mil passageiros, um crescimento de 42% em comparação com o número registrado no mês anterior. Em setembro, o Galeão, como continua sendo conhecido, recebeu 222 mil passageiros. Apesar do aumento, a movimentação ainda está distante do cenário pré-pandemia. Em outubro de 2019, o aeroporto internacional do Rio teve movimentação de mais de 1,2 milhão de passageiros.