SP apresenta plano de retomada econômica de R$ 36 bi e promete trem até Campinas


Murillo Ferrari, da CNN, em São Paulo
16 de outubro de 2020 às 13:51

O governo de São Paulo apresentou nesta sexta-feira (16) o plano Retomada 21/22 com previsão de investimentos de até R$ 36 bilhões nos próximos dois anos e geração de 2 milhões de empregos nos próximos 4 anos.

O governador João Doria (PSDB) afirmou que os 19 projetos de concessões e Parcerias Público-Privada (PPPs) têm como objetivo “justamente promover crescimento econômico e geração de emprego e renda”.

“São empreendimentos em infraestrutura que envolvem linhas de trem, metrô, rodovias, aeroportos, hidrovias entre outros setores, além de motivar novos investimentos na economia como um todo”, disse Doria, em entrevista no Palácio dos Bandeirantes.

Ao detalhar esses projetos, o secretário da Fazenda e Planejamento do estado, Henrique Meirelles, disse que o plano “endereça diversas áreas da economia e tem como fundamento o crescimento de [2,8% do PIB estadual em] 2019.

Assista e leia também:

Doria anuncia retomada de obras da linha 6 do Metrô e promete entrega em 5 anos
Doria planeja escritório na Alemanha e distância de Bolsonaro na pauta ambiental

“Temos um plano que promove todos os fatores de crescimento do estado, divido em seis eixos: infraestrutura, dinamismo social, ambiente de negócios, desenvolvimento sustentável, redução das desigualdades e internacionalização”, explicou.

Entre os projetos apresentados por Meirelles está a criação de uma linha de trem para ligar a capital do estado, São Paulo a Campinas (distante cerca de 110 quilômetros), com capacidade para transportar até 565 mil passageiros por dia e com previsão de investimento de US$ 1,4 bilhão.

O secretário também destacou a concessão das linhas 8 e 9 dos trens da CPTM, com potencial de US$ 500 milhões, e de rodovias do litoral do estado, que pode render até US$ 600 milhões para os cofres paulistas.

Plano de SP prevê investimento de R$ 36 bi e geração de 2 milhões de empregos

Governo de SP anunciou plano de retomada econômica com previsão de investimento de R$ 36 bilhões

Foto: Reprodução/ Governo de SP/ YouTube

Ele destacou ainda a renovação de contratos de concessão já existentes com as empresas Triângulo do Sol, Renovias e Viaoeste, mas não citou valores. Ainda no campo dos transportes, o governo prevê conceder à iniciativa privada 22 aeroportos regionais que podem render US$ 80 milhões.

Já área de parques e outros setores, a privatização do Zoológico é estimada em US$ 70 milhões e a do complexo do Ibirapuera em US$ 200 milhões.

(Com informações de Talis Mauricio, da CNN, em São Paulo)