CMN facilita captação externa por meio de bancos multilaterais e agências

Recursos destinados a operações de repasse também poderão entrar no País a partir de contas abertas no exterior, em nome da própria instituição financeira

Fabrício de Castro e Eduardo Rodrigues, Estadão Conteúdo
23 de outubro de 2020 às 15:23

 

Foto: Adriano Machado/Reuters

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou na noite da quinta-feira, 22, uma medida que facilita a captação externa por meio de bancos multilaterais e agências internacionais de desenvolvimento.

De acordo com o voto divulgado nesta sexta-feira, 23, pelo Banco Central, esses recursos destinados a operações de repasse também poderão entrar no País a partir de contas abertas no exterior, em nome da própria instituição financeira nacional.

Leia também:
Pix: com mais de 48 mi de cadastros, foram registradas apenas 43 reclamações
Pix: tire suas dúvidas sobre estorno, cadastro de chaves e segurança do sistema

Essas contas serão usadas exclusivamente para depósito dos recursos do empréstimo ou financiamento concedido por esses agentes internacionais.

"A medida tem como objetivo dar mais eficiência ao mercado financeiro, facilitando as captações externas para os agentes econômicos financiarem seus projetos no País", avaliou o BC, em nota.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook