Alphabet tem resultado acima do esperado com retomada de anúncios do Google

A unidade de anúncios foi responsável por 80% da receita de US$ 46,2 bilhões do grupo

Paresh Dave e Munsif Vengattil, da Renner
29 de outubro de 2020 às 18:05
Ambiente do escritório da Google em são Paulo
Foto: Divulgação

A Alphabet, controladora do Google, retomou o crescimento nas vendas no terceiro trimestre, uma vez que as empresas inicialmente prejudicadas pela pandemia de coronavírus voltaram a gastar com publicidade no maior fornecedor de anúncios da internet, disse a gigante da tecnologia nesta quinta-feira.

Wall Street esperava uma recuperação da Alphabet porque a empresa disse em julho que os gastos dos anunciantes estavam se recuperando após uma queda em março causada pelo coronavírus. Os concorrentes do Google, como Snap e Microsoft, também relataram receita do terceiro trimestre acima das expectativas nos últimos dias.

Leia mais:
Google acaba com Play Music para focar no YouTube; entenda o que muda
Google vai usar você para se defender em um processo antitruste

A unidade de anúncios do Google foi responsável por 80% da receita de US$ 46,2 bilhões da Alphabet no terceiro trimestre. Analistas esperavam receita de US$ 42,9 bilhões, ou crescimento de 5,9% em relação ao ano anterior.

O lucro da Alphabet foi de US$ 11,2 bilhões, ou US$ 16,40 por ação, em comparação com a estimativa média de US$ 7,7 bilhões, ou US$ 11,18 por ação, segundo dados da Refinitiv.

Os custos e despesas totais da Alphabet aumentaram 12% em relação ao ano anterior, para US$ 35 bilhões no terceiro trimestre, em comparação com um salto de 7% no trimestre anterior.