BC atrasa primeira fase do open banking para 1º de fevereiro de 2021

Anna Russi, do CNN Brasil Business, em Brasília
27 de novembro de 2020 às 15:03 | Atualizado 27 de novembro de 2020 às 16:43
Foto: Mastercard


O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou, junto ao Banco Central, o adiamento da implementação do Sistema Financeiro Aberto, o open banking. Assim, a primeira fase do sistema passa de 30 de novembro deste ano para 1º de fevereiro de 2021. 

A decisão foi aprovada em reunião ordinária do CMN, nessa sexta-feira (27). Com o atraso, a implementação não será mais concluída em 25 de outubro de 2021, mas somente em 15 de dezembro do ano que vem. 

Leia também:
Open Banking: O que é? Como vai funcionar? O que muda na sua vida? Entenda
Deloitte: Open banking é oportunidade para bancos e não simples regulamentação

De acordo com o BC o adiamento é reflexo dos impactos dos processos de trabalho das instituições financeiras participantes, que tiveram que direcionar seus esforços para o combate à pandemia da Covid-19. "Também foi levada em consideração a necessidade de adaptação de sistemas das instituições em razão de outras ações regulatórias, a exemplo do Pix e de registro de recebíveis de cartão", completou. 

O BC destacou, no entanto, que, apesar do atraso, o fim da última fase do processo de implementação do Open Banking, que será dividido em quatro fases, com funcionamento pleno continuará sendo em 2021. Com a mudança, portanto, as segunda e terceira fases ficaram previstas para 31 de maio e 30 de agosto, respectivamente. 

O que é o Open banking? 

O open banking será uma plataforma, regulamentada pelo governo e supervisionada do Banco Central, desenvolvida para estimular o compartilhamento de dados bancários e históricos de transações financeiras com as instituições financeiras. 

A ideia é que os clientes consigam ter mais controle sobre seus dados cadastrais e de transações, estimulando a competição e, assim, barateando e aumentando a qualidade de serviços bancários.

Clique aqui e siga o perfil do CNN Brasil Business no Facebook