Apple é multada em US$ 12 milhões na Itália por enganar clientes sobre iPhone

O regulador afirma que a empresa divulgou que vários modelos do celular, entre as versões 8 e 11, eram à prova d'água sem especificar as circunstâncias

Matheus Prado, do CNN Brasil Business, em São Paulo*
30 de novembro de 2020 às 11:17 | Atualizado 30 de novembro de 2020 às 23:37


Autoridade italiana de antitruste, a Autorità Garante della Concorrenza e del Mercato (AGCM) anunciou nesta segunda-feira (30) que multou a Apple em US$ 12 milhões (10 milhões de euros) por práticas comerciais "agressivas e enganosas" em relação aos seus iPhones.

O regulador afirma que a empresa divulgou erroneamente que vários modelos do celular, entre as versões 8 e 11, eram à prova d'água sem especificar as circunstâncias.

Leia também:
Lojas ficam sem estoque e internautas vendem PlayStation 5 por até R$ 15 mil
Tesla: Órgão dos EUA investiga problema de segurança em carros da empresa

O celular iPhone, da Apple
Foto: Tatyana Makeyeva/Reuters (28.set.2019)

Para a AGCM, a resistência divulgada diz respeito a testes realizados em laboratório, o que não se iguala a situações da vida real, como derrubar o smartphone no mar ou na privada.

Explicou ainda que, ao afirmar que a garantia dos seus aparelhos não cobria danos por líquidos, a Apple enganou seus clientes, deixando de prestar assistência em vários casos semelhantes.

Procurada, a Apple não quis comentar o assunto.

(Com informações da Reuters)

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook