Google encerrará proibição de anúncios políticos em 10 de dezembro

A suspensão dos anúncios eleitorais foi uma das medidas da empresa para combater desinformação e outros abusos

Elizabeth Culliford, da Reuters
09 de dezembro de 2020 às 15:49
Google mudará recurso que autocompleta buscas dos usuários para não mostrar sugestões sobre eleições nos EUA
Foto: Charles Platiau - 1.set.2020/ Reuters

O Google, da Alphabet, disse nesta quarta-feira que encerrará a proibição temporária de anúncios ligados às eleições dos EUA em 10 de dezembro.

A suspensão dos anúncios eleitorais foi uma das medidas da empresa para combater desinformação e outros abusos, com vistas a proibir conteúdo que se aproveite de acontecimentos como emergências de saúde pública ou desastres naturais.

A empresa disse em e-mail para anunciantes, visto pela Reuters, que "não consideramos mais o período pós-eleitoral um evento sensível".

Leia também:
13º salário: como organizar e até investir parte do dinheiro do benefício
BMW a R$ 24 mil e Pajero a R$ 26 mil: Santander faz leilão de carros na quinta

As principais plataformas online estão sob pressão para policiar a desinformação em seus sites, que continuou a proliferar nas redes sociais após as eleições dos EUA.

"Ainda vamos aplicar rigorosamente nossas políticas de anúncios, que proíbem estritamente informações comprovadamente falsas que podem prejudicar significativamente a confiança nas eleições ou no processo democrático, entre outras formas de abuso", disse o Google em comunicado nesta quarta-feira.

Quando o Google informou a proibição aos anunciantes em setembro, uma porta-voz disse que ela duraria no mínimo uma semana e que fatores como a existência de distúrbios civis teriam impacto na sua duração.

O Facebook, que também fez uma proibição temporária de anúncios políticos, disse em novembro que ela provavelmente duraria mais um mês. O Facebook não respondeu imediatamente a uma pergunta da Reuters sobre quando encerrará a proibição.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook