Ação do Airbnb dispara na bolsa e fortuna do fundador triplica, para US$ 11 bi

Raphael Coraccini, colaboração para o CNN Brasil Business, em São Paulo
11 de dezembro de 2020 às 11:57
Foto: Mike Segar/Reuters

A fortuna de Brian Chesky, cofundador e CEO do Airbnb, mais que triplicou: saltou de US$ 3,54 bilhões para US$ 11,4 bilhões nesta quinta-feira (11), após a estreia da empresa na bolsa de valores. O empresário havia entrado para o seleto grupo de bilionários em 2014, quando sua fortuna foi estimada em US$ 1,5 bilhão.

Joe Gebbia e Nathan Blecharczyk, que também são donos da AirBnb, estão um pouco abaixo do sócio no ranking de bilionários, com US$ 10,4 bilhões cada um, de acordo com o Índice de Bilionários da Bloomberg. 

Leia também:

Ação do Airbnb dispara quase 113% e empresa vale mais de US$ 100 bilhões
A fortuna e os herdeiros de Joseph Safra, um dos homens mais ricos do Brasil

Fundado há 13 anos, o Airbnb registrou uma das maiores ofertas públicas, com as ações batendo mais de US$ 149 no começo da tarde, quando a empresa atingiu valor de mercado de US$ 100 bilhões. A ação estreou muito acima do preço de oferta de US$ 68 por ação. 

O site de locação de imóveis para turismo chegou à condição de unicórnio, com valor de mercado maior que US$ 1 bilhão, em 2011. Em novembro, quando foi anunciada que a empresa entraria na bolsa, os executivos esperavam uma avaliação de US$ 30 bilhões após a abertura de capital. 

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook