Zoom suspende limite de tempo de reuniões durante festas de fim de ano

Atualmente, as videoconferências feitas por contas gratuitas são interrompidas após 40 minutos

Supantha Mukherjee, da Reuters
18 de dezembro de 2020 às 12:48
Com distanciamento social por causa da pandemia do novo coronavírus, aplicativo Zoom atraiu usuários
Foto: Albert Gea - 2.abr.2020/Reuters

Família e amigos separados pela pandemia de Covid-19 neste Natal e Ano Novo não terão suas comemorações virtuais no Zoom interrompidas pelo limite de 40 minutos para usuários com contas gratuitas.

A Zoom Video Communications, cuja tecnologia se tornou comum em reuniões familiares no mundo do distanciamento social de 2020, disse que estava removendo esse limite em todo o mundo.

A pandemia de coronavírus está quebrando recordes em todo o mundo nas últimas semanas, forçando muitas pessoas a ficar em casa e planejar encontros com amigos e familiares pela internet.

Leia também:
No Japão, 'pijama social' é aposta para atualizar o look do home office
Pensando em comprar um ar-condicionado portátil? Saiba o que levar em conta

"Seja celebrando o último dia de Hanukkah, o Natal, comemorando o Ano Novo ou os últimos dias do Kwanzaa, aqueles que se conectam com amigos e família não serão interrompidos", disse um porta-voz da Zoom.

O Google Meet, da Alphabet, já disse que os usuários com contas gratuitas não teriam que limitar as conversas a 60 minutos até março.

O Teams, da Microsoft e o Webex da Cisco, que também viram um salto no uso durante a pandemia, até agora não anunciaram nenhuma medida relacionada aos limites de tempo das plataformas.