Procon-SP alerta para anúncio falso nas redes sociais de vacina contra Covid-19

Criminosos estão usando a pandemia para aplicar golpes nos consumidores; caso será encaminhado à Polícia Civil

Maria Carolina Abe, do CNN Brasil Business
05 de janeiro de 2021 às 19:09
Seringa e agulha para vacinação contra o coronavírus
Seringa e agulha para vacinação contra o coronavírus
Foto: Andre Melo Andrade/Immagini/Estadão Conteúdo

O Procon-SP alerta os consumidores para a existência de golpes nas redes sociais que usam como chamariz a vacina contra o novo coronavírus. A vacina contra a Covid-19 ainda não foi disponibilizada no Sistema Único de Saúde (SUS) e não chegou às clínicas particulares ou farmácias do Brasil. 

O site, chamado Farmácia 24 horas, que está no ar, anuncia a venda de vacina contra o coronavírus por R$ 98 dez caixas com dez doses. Uma equipe de fiscalização do Procon-SP esteve nesta terça-feira (5) no endereço informado no site (av. Presidente Juscelino Kubitschek, 2041, Vila Olímpia, São Paulo) e constatou que a empresa não existe. 

"As pessoas, diante da grave situação que estamos vivendo, adquirem essas vacinas que, obviamente, não serão entregues. Trata-se de um golpe, de uma empresa que não existe, que abusa do medo e insegurança dos cidadãos. Isso é crime e o Procon-SP vai atuar junto com a Polícia Civil", afirmou Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP. 

O caso será encaminhado para a Divisão de Crimes contra o Consumidor da Polícia Civil para as providências no âmbito criminal. 

O órgão pede que os consumidores denunciem esse tipo de anúncio falso. As denúncias podem ser feitas no site, no aplicativo (disponível para Android e iOS) e nas redes sociais do Procon-SP. Os perfis oficiais são: @proconsp (Facebook e Instagram) e @proconspoficial (Twitter).